Um caminho, Várias rotas

 

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

João 14:6

Introdução

Nossa reflexão só irá funcionar se pensarmos em “caminho” como um canal; o espaço entre nós e o ponto de chegada, a rota, como os percursos dentro desse canal.

Por exemplo, você tem que ir a igreja, o seu caminho é de sua casa para Eklésia, no entanto existem vários percursos, várias rotas que você deve escolher para chegar.

A relação com o mundo espiritual é que você quer chegar a Deus e só existe um caminho que é Jesus, no entanto dentro da vida com cristo existem várias ROTAS as quais devemos trilhar todas.

Comentários

1 – A rota da santidade.

Vemos em Hb 12:14, que sem santidade estamos fora da presença de Deus.

A santidade é a maior característica daqueles que saíram do Egito (mundo). Lv.11:45

2 – A rota da aliança

Deus é o inventor das alianças, Ele tem muito zelo em preservar a sua aliança conosco, devemos ter semelhante cuidado cumprindo suas ordenanças e não desonrando seu santo nome. Em Mt 6:24, encontramos a advertência sobre a rota da aliança.

Ex.2:23-24 – Deus se lembrará da tua aliança no dia da aflição.

Se você não tem uma aliança sólida com Deus, você está fora do caminho.

3 – A rota da fé

Ora, a fé é a força motriz do cristianismo, sem fé é impossível agradá-lo, é impossível pensar que estamos no caminho se não for pela fé.

Estamos falando de uma vida de atitudes de fé continuas e não esporádicas. Tg.2:17

4 – A rota da prosperidade

Muitas pessoas acham que Jesus é como o gênio da lâmpada e então imaginam que têm direito a ter seus sonhos realizados sem uma contrapartida. Em Malaquias 3:10 encontramos a falibilidade desse pensamento e o ensino que nos dá o primeiro passo dentro da rota da prosperidade.

No entanto, Deus está interessado em teu coração e não em valores financeiros, para estarmos com os dois pés dentro dessa rota tão necessária para nós precisamos entender que um coração amargurado não pode ofertar nada a Deus mesmo que coloque diante dEle as maiores riquezas da Terra. Mt.5:23-24

5 – A rota da frutificação

Em João 15:5 encontramos o norte da frutificação, que é estar em cristo, se você busca viver a vida que Deus separou para viver, com certeza será frutífero, se não você está fora da rota e nada pode fazer.

Em Mt.25:21, está nos alertando sobre a fidelidade com aquilo que Deus te deu, se você não cuida da sua vida não vai cuidar da de ninguém, se você não cuida de um, não vai cuidar de dois.

6 – A rota das maravilhas (sinais de Deus/chamado)

Esta é uma “rota de rotas”, pois é necessário estarmos na rota da santidade para entrarmos na rota dos sinais (Js. 3:5), é preciso estar na rota da fé, pois a rota dos sinais é somente para os que crêem.

(João 14:12) – Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.

A rota dos sinais e maravilhas de Deus é uma rota progressiva, primeiro a fé, depois as obras que Jesus fazia e só então as obras maiores, é uma rota de perseverança.

Conclusão:

Sobre nós estejam as rotas do Espírito Santo. Decida agora pelo Caminho.

 

A ALIANÇA NO CASAMENTO À LUZ DA BÍBLIA

Hoje em dia é difícil entender o verdadeiro peso que há no acordo de aliança.

Contrato = responsabilidade LIMITADA
Aliança = responsabilidade ILIMITADA
ALIANÇA significa: Forte compromisso e lealdade até a morte. Ou seja, morte à vida independente,e dar suas vidas um pelo o outro.
A vida individual já não é mais prioridade, a vida compartilhada passa a ser a prioridade.

COMPONENTES DE UMA ALIANÇA
PROMESSAS = Expressam um compromisso mútuo. São uma garantia de fidelidade no cumprimento da aliança. Indicam o que eles farão.
TERMOS = Indicam as condições sob as quais o acordo será cumprido. Indicam a duração da aliança. Podem ou não serem acompanhados por um juramento.

TIPOS DE ALIANÇA
1. A aliança entre Deus e o Homem
- Oito alianças entre Deus e o homem estão registradas na Bíblia.
- Revelam a perfeita vontade de Deus e o Seu propósito para o homem. ( Gal 1:4)
“Jesus ofereceu a si mesmo pelos nossos pecados para nos libertar deste mundo mau em que vivemos. Assim Jesus fez a vontade de Deus nosso Pai”. (Gálatas 1:4 WBPT)
– Refletem o amor,a graça e a misericórdia de Deus.
- Revelam um Deus que cumpre e faz aliança.( Is 54:10)
“Porque as montanhas se desviarão e os outeiros tremerão; mas a minha benignidade não se desviará de ti, e o concerto (Aliança) da minha paz não mudará, diz o Senhor, que se compadece de ti.” (Isaías 54:10 ARC)
– Deus é fiel ainda que o homem não seja.
- Deus capacita o homem a cumprir a aliança. (2 Tim 1:12 ;2Co 3:4-6)
“E é por esta razão que eu agora estou sofrendo estas coisas. Contudo não me envergonho, porque sei em quem eu tenho colocado a minha fé e estou certo de que Ele é poderoso para guardar aquilo que me confiou, até que aquele Dia chegue.” (2 Timóteo 1:12 WBPT)
“Nós temos esta confiança em Deus, por meio de Cristo. Eu não quero dizer que somos qualificados para fazer este trabalho por nós mesmos. Ao contrário, a nossa qualificação vem de Deus.” (2 Coríntios 3:4, 5 WBPT)

2. A aliança entre Homens (Homem e Mulher)
– Feitas para comprometer a cada um na relação
– Os parceiros da aliança são obrigados ao relacionamento e à certificação de sua continuidade.
– Obrigam os parceiros a compartilhar o que possuem.
– Todos são representativos dos bens compartilhados numa aliança entre homens.
– Jônatas e Davi são um bom exemplo de uma aliança entre homens(1Sam18:1-4) – Jônatas deu a Davi: Capa – símbolo da riqueza
Vestimentas – símbolo de todas as suas posses
Espada – símbolo de força
Cinto – símbolo de proteção

CASAMENTO COMO UMA ALIANÇA
As escrituras indicam que o casamento é uma aliança
Mal 2:14 ; Prov.2:17 ; Mat.19:6 ; Gen.2:24
– O casal está definitivamente casado.Só Deus pode fazer “dois em um”.
– Quando o casal escolhe se casar,ele está se unindo no sistema de Deus de unidade chamado casamento. “Estarem unidos” é se tornarem “um”.
– Sem Deus o casamento é apenas uma aliança entre duas pessoas. – Deus é testemunha do casamento.

APLICAÇÃO AO CASAMENTO
PROMESSAS: No dia do Casamento fazemos certas promessas um ao outro, de amar, honrar, cuidar, respeitar, etc.
TERMOS: Concordamos com certas condições do nosso casamento, como, na alegria ou na dor, até que a morte nos separe.
– Como parceiros de aliança compartilhamos tudo o que anteriormente mantínhamos separados. ( 1Co7:4)
“A esposa não é dona do seu próprio corpo, pois ele pertence ao seu marido. Da mesma maneira, o marido não é dono do seu próprio corpo, pois ele pertence à sua esposa.” (1 Coríntios 7:4 WBPT)
– Todos os bens são mantidos também em comum. (salários, carros, mobília, casa, herança, etc.)
– Nossas forças são unidas para nossa mútua proteção.
– Podem resultar conflitos de possessões retidas como “meu” e não “nosso” (exemplo: meu salário, sua dívida)

ALIANÇA significa morte à vida independente.
Não existe mais “EU”, mas agora existe o “NÓS”. (Jer 3:14 ; Jos 9:15-20) A aliança do casamento é selada com um juramento (voto) (Ecl 5:4,5)
CASAMENTO EM CRISTO COMO UMA DUPLA ALIANÇA
Deus instituiu o casamento no Jardim do Éden como a primeira aliança entre duas pessoas (Gên 2:24)
– Deus teve a intenção de fazer parte do casamento desde o princípio.
– A aliança inicial de Deus com o homem estava ligada ao casamento original do homem e a mulher (Gên 1:27.28)
– Quando Deus faz parte de uma aliança de casamento, ela passa a ser uma aliança entre Deus e os cônjuges e entre as duas pessoas.
Benefícios da aliança de casamento como Deus o planejou, estão disponíveis somente para aqueles que estão em aliança com Deus.( Jer 32:38-41)

DAR-LHES-EI UM SÓ CORAÇÃO E UM SÓ CAMINHO PARA QUE ME TEMAM TODOS OS DIAS, PARA SEU BEM E BEM DE SEUS FILHOS. (Jer 32:39)

Autor: Eliana Carellix

Adaptação e Versículos Bíblicos:
Guilherme Tavares, pr EKLÉSIA Mi,
www.ministerioeklesia.com

COMO POSSO HERDAR A VIDA ETERNA?

Palavra ministrada na Rede Adolescentes S.A. em 01/01/2012. Prosperidade.

 

Todos vocês nasceram em um tempo onde os mais prósperos da terra estão e estarão nas Igrejas.

Prosperar pra vocês será comum. Todos aqui serão.

A questão, do que eu quero falar, é: Como fazer para ser salvo?

Mt19:13-22

13 Trouxeram-lhe, então, algumas crianças, para que lhes impusesse as mãos e orasse; mas os discípulos os repreendiam.

14 Jesus, porém, disse: Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus.

15 E, tendo-lhes imposto as mãos, retirou-se dali.

16 E eis que alguém, aproximando-se, lhe perguntou: Mestre, que farei eu de bom, para alcançar a vida eterna?

17 Respondeu-lhe Jesus: Por que me perguntas acerca do que é bom? Bom só existe um. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.

18 E ele lhe perguntou: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho;

19 honra a teu pai e a tua mãe e amarás o teu próximo como a ti mesmo.

20 Replicou-lhe o jovem: Tudo isso tenho observado; que me falta ainda?

21 Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende os teus bens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me.

22 Tendo, porém, o jovem ouvido esta palavra, retirou-se triste, por ser dono de muitas propriedades.

O jovem rico pensara que amava a Deus até que Jesus lhe revelou seu ídolo e demonstrou-lhe que estava fazendo de suas posses um deus. Ele viera a Cristo para perguntar: “O que me falta?” A resposta foi: “Vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro nos Céus; depois, vem e segue-Me.” Lc. 18:22

Só lhe faltava desprender das coisas materiais, isto não significa que temos que ser pobres para servir a Jesus, mas que Jesus seja o primeiro em nossa vida.

É possível estar perdido dentro da igreja? Infelizmente sim. Existem os que, estão perdidos fazendo coisas erradas enquanto ninguém vê, mas existe outra classe de perdidos: aqueles que fazem tudo direito, cumprem aparentemente tudo que a igreja pede, vivem preocupados com detalhes de regulamentos e normas, mas estão igualmente perdidos. Minha tarefa e dos líderes deste tempo é não permitir que a geração que vem após nós cometa o mesmo erro.

O jovem rico era um rapaz como qualquer jovem da igreja de hoje. Era membro de uma congregação cujos líderes se preocupavam muito com normas, leis e regulamentos. “Não pode fazer isto”. “Não pode fazer aquilo”. “Fazer isto é pecado”. “Fazer aquilo também é pecado”. Aquele jovem cresceu tendo um conceito errado de Deus. Imaginava-O sentado no Seu trono de justiça, ditando regras, com o rosto sério e uma vara na mão, pronto para castigar o desobediente. Desde pequeno seus pais e os líderes da igreja exigiram o fiel cumprimento de todas as normas. Eram líderes preocupados com a imagem da igreja. O que realmente importava para eles era que as pessoas cumprissem as normas, que fossem bons membros de igreja e nada mais. O jovem rico aprendeu desse modo a cumprir todas as normas e leis. Aparentemente era um jovem bem comportado, ativo na igreja, participava das programações e cultos, podia ser apontado como exemplo para outros, mas alguma coisa estava errada: não era feliz, tinha a sensação de que estava perdido apesar de cumprir tudo. Certo dia anunciaram a chegada de Jesus à sua cidade. A história está registrada no capítulo 10 de Marcos. Os líderes da igreja, ainda preocupados somente com o cumprimento rígido das leis, foram os primeiros a sair ao encontro de Jesus. O registro sagrado narra assim: “E, aproximando-se dele os fariseus, perguntaram-lhe, tentando-o: É lícito ao homem repudiar sua mulher?” Marcos 10. Você percebe a inquietude daqueles líderes? Sua grande preocupação era apenas com os detalhes.

Seria possível que hoje os líderes também caiam no mesmo erro? “É pecado cortar o cabelo?” “É pecado orar assentado?” “É pecado ter um pátio de recreações ao lado do templo?” “É pecado ir à praia?”

O Senhor Jesus não se deteve muito tempo a discutir com eles. Dirigiu-Se aonde estava um grupo de crianças, colocou-as no colo, com amor acariciou-lhes a cabecinha e beijou-lhes os rostinhos inocentes. O jovem rico ficou emocionado ao ver aquele quadro. Ele nunca poderia imaginar que Jesus fosse capaz de beijar e fazer um carinho. Não era essa a imagem que ele tinha aprendido acerca do Filho de Deus. Pela primeira vez na vida teve vontade de abrir o coração a alguém.

Correu quando Jesus já estava saindo da cidade, ajoelhou-se perante Ele e disse: “…Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?” Marcos, 10:17

Ele estava dizendo na realidade: “Bom Mestre, que farei para ser salvo? Eu sinto que estou perdido. Não tenho certeza da salvação.”

Por que? Acaso não era um bom membro da igreja? Não cumpria todas as normas? Cumprir mandamentos nunca foi sinônimo de salvação. Ser um bom membro de igreja não quer dizer estar salvo.

É, de algum modo, possível obedecer a tudo e estar completamente perdido.

O Senhor Jesus tentou levar o jovem do conhecido ao desconhecido. O jovem conhecia a letra da lei, as normas, os regulamentos e Jesus lhe disse: “Tu sabes os mandamentos…” Marcos 10:19

Este foi um tratamento de choque. “Ele, porém, respondendo, lhe disse: Mestre, tudo isso guardei desde a minha mocidade” Marcos 10:20

Deus vai nos prosperar neste tempo. Mas a questão é se seremos salvos ou não.

Você teria a capacidade de entregar tudo ao Senhor pela obediência? Se Ele te mandasse ofertar algo hoje, você obedeceria?

Jesus precisava de alguém próspero em sua equipe, com experiência de riquezas para lidar com as finanças do ministério. Talvez procurasse um substituto para Judas. Mas, ao confrontar o Jovem, percebeu que era uma classe difícil de lidar.

Não se pode amar a Deus e às riquezas.

Hoje, talvez você diga: se o Senhor me der tudo, com certeza eu ofertaria tudo.

Mas, quem não tem capacidade de dar tudo no tempo do início, enquanto não tem tudo, jamais daria quando fosse rico.

Quero te treinar hoje para um tempo de muita abundância que virá sobre a tua vida. Maior abundância, porém, é ir para o Céu com o Senhor, pela obediência.

Lá na Judéia, além do Jordão, séculos atrás, Cristo olhou com amor o jovem rico. Viu seus conflitos internos, suas lutas, suas angústias. Viu sua desesperada situação: perdido dentro da igreja, perdido cumprindo todos os mandamentos, perdido obedecendo a todas as normas.

Sabe qual é seu problema, filho?” – disse Jesus – “apenas um: você não Me ama. Em seu coração não há lugar para Mim, em seu coração só há lugar para o dinheiro. Você está disposto a guardar mandamentos, mas você não Me ama, e enquanto não Me amar Eu não aceito nada de você. Não adianta guardar mandamentos, cumprir normas, obedecer regulamentos; se você não Me amar, nada disso tem sentido e você continuará com essa horrível sensação, com esse vazio na alma. Vamos fazer uma coisa, Meu querido filho, você agora vai para casa, tira do coração o amor às coisas deste mundo, coloca-Me como o centro de sua vida, então venha e siga-Me. A Bíblia diz que o jovem, “…pesaroso desta palavra, retirou-se triste…” Marcos 10:22

Que tragédia! Estava mais pronto a guardar mandamentos do que amar o Senhor Jesus. Por quê? Talvez porque é mais fácil aparentar que se é bom do que entregar o coração a Deus.

O tempo da Juventude, que começa já na Adolescência, é para ter relacionamento com Jesus. Quem é íntimo sabe o que Ele quer.

“Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos em que dirás: Não tenho prazer neles.” Eclesiastes 12:1

Se você for consolidado neste tempo e aprender a amar a Deus sobre todas as COISAS, certamente estará preparado para ser milionário.

Conclusão

É possível que você esteja pensando: “Felizmente eu não tenho riquezas”. Pode ser. Mas, às vezes, não precisamos ter riquezas para destronar Jesus do coração. Seria possível você amar mais um artista de televisão do que Jesus. Um esporte, um vídeo-game ou jogo, uma profissão, os estudos, coisas até boas, mas que podem ocupar o lugar de Cristo no seu coração. Pode ser até que você ame mais a sua igreja, a doutrina da sua igreja, o nome da sua igreja, do que o Senhor Jesus.

Há algo que nunca deveríamos esquecer: é possível de alguma maneira cumprir normas sem amar Jesus, mas é impossível amar Jesus e deixar de cumprir as normas. Então, qual deveria ser o nosso primeiro interesse, o nosso grande objetivo? Se o ser humano amar a Jesus com todo seu coração, será incapaz de fazer algo que magoe o seu Redentor. Sua vida, em consequência, será uma vida de obediência.

Guilherme Tavares, pr

EKLÉSIA Ministério Internacional

www.ministerioeklesia.com

 

 

Fontes:

Blog – Pr. Alejandro Bullón

www.montesontesiao.pro.br

www.sermoesonline.pibja.org

UM CAMINHO NOVO

Js 3.4

Introdução:

A Bíblia fala de várias coisas novas: nova aliança, novo nome, nova Jerusalém, novo homem, novo céu, nova terra, nova criatura, novo coração. Vivemos um tempo novo, Deus tem um vinho novo, ele está fazendo novas todas as coisas. Para que caminhemos neste novo caminho, segundo a proposta de Js 3.1-17, algumas coisas precisam acontecer:

1. Santidade
“Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o SENHOR maravilhas no meio de vós” (v.5).
Sempre que Deus vai fazer algo, ele leva o seu povo à santificação.

2. Presença de Deus
“E falou Josué aos sacerdotes, dizendo: Levantai a arca da aliança, e passai adiante deste povo. Levantaram, pois, a arca da aliança, e foram andando adiante do povo” (v.6).
A arca era o símbolo da presença de Deus, e a ordem era no sentido de que ela fosse levada à frente do povo. Deus está à frente, não temos, portanto, o que temer.

3. Vitória sobre os inimigos
“Disse mais Josué: Nisto conhecereis que o Deus vivo está no meio de vós; e que certamente lançará de diante de vós aos cananeus, e aos heteus, e aos heveus, e aos perizeus, e aos girgaseus, e aos amorreus, e aos jebuseus” (v.10).
Deus está limpando o caminho, o inimigo estão sendo abatido. Todos os que se levantam contra os propósitos de Deus serão por ele afastados. Veja: “Não os temais, porque o SENHOR vosso Deus é o que peleja por vós” (Dt 3.22); “Moisés, porém, disse ao povo: Não temais; estai quietos, e vede o livramento do SENHOR, que hoje vos fará; porque aos egípcios, que hoje vistes, nunca mais os tornareis a ver. O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis” (Ex 14.13, 14).

4. Fé
“Porque há de acontecer que, assim que as plantas dos pés dos sacerdotes, que levam a arca do SENHOR, o Senhor de toda a terra, repousem nas águas do Jordão, se separarão as águas do Jordão, e as águas, que vêm de cima, pararão amontoadas” (v.13).
Foi preciso que os sacerdotes molhassem os seus pés para que o Senhor abrisse as águas.

5. Maravilhas
“E aconteceu que, partindo o povo das suas tendas, para passar o Jordão, levavam os sacerdotes a arca da aliança adiante do povo. E quando os que levavam a arca,
chegaram ao Jordão, e os seus pés se molharam na beira das águas (porque o Jordão transbordava sobre todas as suas ribanceiras, todos os dias da ceifa), Pararam-se as águas, que vinham de cima; levantaram-se num montão, mui longe da cidade de Adão, que está ao lado de Zaretã; e as que desciam ao mar das campinas, que é o Mar Salgado, foram de todo separadas; então passou o povo em frente de Jericó. Porém os sacerdotes, que levavam a arca da aliança do SENHOR, pararam firmes, em seco, no meio do Jordão, e todo o Israel passou a seco, até que todo o povo acabou de passar o Jordão” (vs.14, 17).
Quando o povo obedeceu, o resultado foi lindíssimo: Deus separou as águas e Israel passou o Jordão.

Conclusão: Deus, nestes dias, quer que andemos por caminhos novos. Vivemos um tempo novo de Deus.

FONTE

montesiao.pro.br

UMA ÓRDEM, QUATRO BÊNÇÃOS

Peguei-me refletindo hoje sobre o que D-us fez em nossa casa nestes últimos anos.

Uma atitude de reflexão sobre o que você têm feito e o que D-us fez a você é um exercício maravilhoso e que vai te mostrar o quanto ele é generoso e rico em Amor.

Lembre-se de Abraão!

D-us o tirou de sua terra, do meio da sua casa eo fez ser um grande homem.

Será que esse é o desejo de D-us apenas para aquele homem? Pode ser para nossas vidas também.

Mas, para ser abençoado como foi Abraão, é necessário também fazer o que fez este.

Sua resposta frente à órdem que D-us lhe deu foi fundamental para que se cumprissem todas as promessas que estavam em sua direção.

Gn 12.1-3

1 Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei;

2 de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção!

3 Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.

Fica bem claro após a leitura que D-us apenas lhe pediu uma coisa e, em troca, lhe daria Quatro grandes bênçãos.

Quero deixar bem claro que não foi caracterizada aqui uma compra e venda, mas que toda benção precisa de uma obediência.

Esta é forma que D-us criou para saber se somos dignos de carregar seu nome.

Depois disso, D-us ficou conhecido como o Deus de Abraão.

Você emprestaria seu nome a alguém que não conhece?

Vamos lá!

ÓRDEM

1 Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei;

Isso não foi fácil. Não é até hoje.

D-us deixou bem claro: Sai da tua Terra, não vale ficar na casa de parentela e nem de parente algum fora.

D-us não o queria perto de ninguém que fosse da casa de seu pai.

Ele só faz isso a alguém que deseja abençoar de uma forma especial.

Se o Senhor te tirou desde cedo do meio da tua família, Ele tinha algo muito especial pra ti.

Jesus foi retirado para o Egito por bastante tempo, Jacó fugiu para outro país, José foi vendido e levado como escravo. O que D-us fez com você?

Embora tenha parecido duro o que te aconteceu até chegar aqui, o que o Senhor tem pra fazer contigo vai fazer esquecer todo o passado.

Abraão não choramingava pelo cantos: Ahh, pra que eu saí da minha casa!? ou: Porque eu saí de perto de papai e mamãe?

Pela obediência de Abraão, D-us fez.

QUATRO BÊNÇÃOS

1. de ti farei uma grande nação

Uma nação fala de muitas coisas.

Em uma nação se fala uma língua, tem-se um povo, um território, características próprias.

O que D-us fez a Abrão foi exatamente isso.

Quem aceita o desafio de viver em família, como fez Abraão, deve ter uma colheita do nível dele.

D-us simplesmente prometeu fazê-lo frutífero, deu-lhe um território, respaldo, muitos filhos.

As pessoas ao seu redor falavam seu idioma, ele exercia influência, tinha discípulos, servos, amigos.

Desta mesma forma D-us vai trazer o Brasil à conversão e ao arrependimento usando sua  família, sua vida.

Se toda a tua casa tiver célula, será o meio mais fácil de alcançar territórios que um Prédio não vai alcançar, mas que pequenos grupos conseguem.

Assim era a igreja Primitiva.

2. e te abençoarei, e te engrandecerei o nome

Esta segunda bênção é maravilhosa.

Abençoar é autorizar a fazer algo.

D-us dava autoridade a Abraão. Ele poderia caminhar e prosperar em todo o lugar.

Tudo o que ele fazia, mesmo velho, era respeitado.

Consequentemente ele teve seu nome engrandecido.

D-us que fazer o mesmo hoje.

Você vai prosperar, crescer, influenciar e ficar conhecido como Servo de Deus.

Isso é grande. Seu nome vai virar o sobrenome de D-us, como Abraão.

MAS CUIDADO! Sê tu uma bênção!

Aqui temos uma observação que D-us fez!

Essas bênção e fama toda poderiam tirar qualquer um do seu foco.

Por isso: Sê tu uma bênção!

Isso é diferente de Sê tu um abençoado!

D-us quer que a sua vida seja um exemplo. Abençoado era evidente.

Mas o que você precisará quando isso tudo te tocar é Abençoar todos que estiverem ao teu redor.

Seja uma benção, se lembre dos pequenos começos, de como D-us te trouxe até aqui.

Lembrando-se destas coisas você terá mais paciência com os perdidos que precisam de misericórdia.

3. Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem

Ah! Isso é cuidado de D-us

Ele mesmo prometeu nos guardar “…Ainda que a tua mãe se esqueça de ti, eu jamais me esqueceria…”

Quem abençoaria mais Abraão do que o próprio D-us?

Pela trajetória que se desenhava ante Abraão estavam dois tipos de pessoas: 1. Perseguidores e, 2. Abençoadores.

A inimizade com aqueles que são de D-us é uma inimizade contra o próprio D-us.

Por isso uma Ursa obedeceu a voz do profeta colérico, Eliseu, e matou um grupo de rapazes que zombavam dele. Aquelas pessoas estavam zombando de uma imagem de D-us. Não zombe de quem é de D-us.

Quem te abençoar será abençoado!

4. em ti serão benditas todas as famílias da terra.

D-us o pacote de bênçãos com grande estilo.

Somente através de ti serão benditas as famílias da Terra.

D-us estava falando de salvação.

Não foi uma órdem, como: Abençoe todas as famílias da terra.

Abençoar todas as famílias ao teu redor é uma obrigação espiritual, uma órdem dada no universo e que vai alcançar aqueles que ti seguirem.

Era o bastante crer no D-us de Abraão.

Será o bastante para a tua parentela e teus vizinhos crerem no teu D-us e todos serão salvos.

Conclusão

Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei.

Esta é a Palavra de D-us pra você. Isto quer dizer: Tenha coragem, faça o que D-us te mandar fazer.

Você será muito desafiado este ano a sair e ter coragem.

As famílias da Terra te aguardam.

PROSPERAR NA CADEIA

Gênesis 39:22, 23
Quando se pensa em PROSPERIDADE o que vem logo à cabeça é o ambiente, os objetos, os recursos.
Pensamos: “Não pode faltar nada, tem que abundar em tudo!”
Medimos o nosso grau de ENRIQUECIMENTO, comparado ao quanto GANHAMOS, não ao quanto CRESCEMOS.
A Igreja em Atos nos indica algo interessante:
A igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número. (Atos 9:31)
PAZ = PROSPERIDADE (RESULTADO DESEJADO)
SINAIS DA PROSPERIDADE = edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo
RECOMPENSA ESPIRITUAL = crescia em número
A PROSPERIDADE acontece quando você VÊ ACONTECER aquilo que você quer que ACONTEÇA.
Tudo o que a Igreja queria naquele tempo era PAZ. Não precisavam de dinheiro, isso era secundário, por isso o tinham em abundância.
Os SINAIS contidos naquele versículo são as placas que indicam o caminho por onde eles passaram afim de chegar na PAZ:
1. edificando-se;
2. caminhando no temor do Senhor;
3. conforto do Espírito Santo
Então, Qual o real sentido da palavra PROSPERIDADE?
O carcereiro entregou às mãos de José todos os presos que estavam no cárcere; e ele fazia tudo o que se fazia ali.  O carcereiro não tinha cuidado de coisa alguma que estava na mão de José, porque Jeová era com ele, e tudo o que ele fazia Jeová tornava próspero. (Gênesis 39:22, 23)
José é o objeto de nosso estudo nesta ministração.
Considerando o contexto em que se situava José, podemos dizer com certeza: “Não tinha como ele Prosperar alí”.
a) Tudo estava contrário; b) Perseguido; c) Sem dinheiro; d) Ninguém por ele
Como pode a bíblia dizer então que José prosperou em tudo, se ele estava preso?
Observe, no CÁRCERE a última coisa que alguém pode pensar é na RIQUEZA.
Quando nos faltam recursos todas as outras coisas nos vêm à mente. Quando temos dinheiro, só pensamos em dinheiro. Rico só pensa em enriquecer. Pobre só pensa em como adaptar, como fazer de outra forma, algo que o dinheiro, que ele não tem, pagaria.
Sem dúvidas o lugar que nos coloca com a cabeça no lugar é o cárcere.
As noites escuras neste lugar faz qualquer bandido, ou mocinho, parar e pensar um pouco.
José, preso, começou a direcionar todo o seu pensamento àquilo que ele poderia fazer de bom. O QUE VOCÊ PODE FAZER DE BOM?
Algumas coisas aconteceram a JOSÉ que determinaram seu novo rumo – tudo o que ele fazia Jeová tornava próspero
  1. O carcereiro entregou às mãos de José todos os presos que estavam no cárcere;
Todos os CATIVOS serão entregues aos nossos cuidados.
Essa é a hora de crescer. Não há momento mais propício.
Sabemos que o diabo é quem prende as almas que não se entregaram à Cristo ainda, mas a promessa pra sua vida é que o PRÓPRIO CARCEREIRO vai entregar os presos em nossas mãos; e nós vamos cuidar deles.
Prepare-se para esse novo tempo!
  1. e ele fazia tudo o que se fazia ali;
José assumiu um papel tão importante sobre aquela prisão que tudo agora passou a ser administrad por ele.
Tudo o que acontecer na Terra, no bairro onde você tem uma célula ou por onde você passar deve ser comunicado a você.
Amós 3:7* Certamente, o SENHOR Deus não fará coisa alguma, sem primeiro revelar o seu segredo aos seus servos, os profetas.
Você é profeta! Sobre esta casa há uma unção profética tremenda, por isso Deus se compromete a nos anunciar todas as coisas antes.
Nós somos governo, tudo passará por nós antes!
  1. O carcereiro não tinha cuidado de coisa alguma que estava na mão de José, (porque Jeová era com ele).
Deus é conosco!
Isto é incrível porque José assumiu o governo total do cárcere e, portanto, o carcereiro (diabo) não tinha mais autoridade alguma sobre o que estava sob os olhos daquele.
Desde que você assumiu o papel de herdeiro e recebeu o poder de ser filho de Deus o diabo não pode fazer nada com aquilo que você resolve dominar.
Domine!
José poderia não ter aceitado: “Coitado de mim… preso aqui, não tenho ânimo pra nada”
Não foi assim que fez José. Mesmo preso, entendeu que seria governador sempre.
Para dominadores como José (você e eu), só resta governar!
Mandou Faraó chamar a José, e fizeram-lhe sair apressadamente da masmorra. Ele se barbeou, mudou a roupa e foi apresentar-se a Faraó. (Gênesis 41:14)
Faraó mandou chamar a José. Faró é o sinal daquilo que estava governando no “mundo”.
Prepare-se para se apresentar ao governo deste mundo, você precisa dominar.
A barba, para os Egípcios, era sinal de tristeza. Para os descendentes de Israel nunca teve significado ter ou não. A Bíblia somente afirma, em Levíticos, que não poderiam cortar os cantos, ou seja, ter cavanhaque, para que não se parecessem com os sacerdotes Pagãos, muito menos cortar o cabelo dos lados (Moicano), pelo mesmo motivo.
José usava barba e barbeou-se. Este ato significou para Faraó que ele estava feliz com o Governo que Deus havia dado a Ele.
Mesmo escravo se apresentou como senhor.
José também usava roupas de escravo e elas foram trocadas.
Deus vai mudar tudo em sua vida agora. Chegou o tempo!
Este tempo é de agir no Espírito.
1. edificando-se;
2. caminhando no temor do Senhor;
3. conforto do Espírito Santo
D-us abençoe! Bem vindo ao novo tempo!
Guilherme Tavares, pr. EklésiaMi

COISAS DE DEUS E DOS HOMENS

Marcos 8.31 – 33

31 Então, começou ele a ensinar-lhes que era necessário que o Filho do Homem sofresse muitas coisas, fosse rejeitado pelos anciãos, pelos principais sacerdotes e pelos escribas, fosse morto e que, depois de três dias, ressuscitasse.

32 E isto ele expunha claramente. Mas Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo.

33 Jesus, porém, voltou-se e, fitando os seus discípulos, repreendeu a Pedro e disse: Arreda, Satanás! Porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens.

Claramente temos conhecimento da existência de Deus, a quem adoramos e procuramos ver o seu rosto diariamente, em casa, nos cultos, de adoração em adoração.

Esse é o nosso Deus, quem fez todas as coisas que conhecemos e que ainda vamos conhecer. Tudo está ligado a ele.

Quando Deus teve a idéia de nos criar, em Adão e Eva, Ele plantou em nós uma capacidade criativa fenomenal, algo que somente Deus poderia ter feito. Deus nos fez com tudo o que precisamos já no HD, basta procurarmos nele as revelações e elas já estão ali prontas para serem usadas. Deus é realmente incrível.

Ainda na criação, foi nos dado um dom que USAMOS MUITO, mas sutilmente passa despercebido pelas entrelinhas bíblicas, escrito em Gênesis 2.7:

Gn 2.7 – Então, formou o SENHOR Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente.

O que o tradutor leu para traduzir por ser alma vivente foi a palavra Hebraica naphash = tomar fôlego (independente).

Recebemos então o dom de tomar fôlego, isto é agir independentes de Deus, se quisermos; poder decidir só.

O contexto é bem claro, tanto o pó da terra quanto o fôlego de vida eram de Deus, mas logo que Deus sopra o homem se torna um ser independente. Coube a Adão decidir ser um filho ou uma criatura.

Naquele dia nasceu, pela primeira vez a separação entre as Coisas de Deus e as Coisas dos Homens.

JESUS EXPLICA A DIFERENÇA ENTRE AS COISAS DE DEUS E DOS HOMENS

Marcos 8.34-38

34 Então, convocando a multidão e juntamente os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se neguetome a sua cruz e siga-me.

35 Quem quiser, pois, salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á.

36 Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

37 Que daria um homem em troca de sua alma?

38 Porque qualquer que, nesta geração adúltera e pecadora, se envergonhar de mim e das minhas palavras, também o Filho do Homem se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos.

Jesus inicia sua fala com “negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”. Jesus ainda não havia morrido, não tinha passado pela cruz ainda. Talvez naquele dia não fez muito sentido, somente após a sua morte aquelas palavras fariam sentido real.

MAS O QUE SÃO AS COISAS DOS HOMENS?

As coisas humanas são praticadas afim de nos sentirmos auto-afirmadosaprovados para os olhos dos homens.

Pode até ser algo bom, uma formação acadêmica, aprovação em um concurso, muito estudo, horas a fio investindo em si mesmo. São coisas boas, mas apenas servirão para auto-afirmação.

Para quem você faz o que faz? Para qual finalidade você está fazendo o que está fazendo?

Que aproveita o homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

As COISAS DOS HOMENS podem ter dois fins apenas:

1. Para nós; 2. Para nós e para o Reino de Deus.

Nunca somente para o Reino de Deus.

Quando fazemos COISAS DOS HOMENS sempre pensamos em nosso reconhecimento.

Adoração que gera Disco de Ouro, Disco de Platina? Reconhecimento de Deus quando adoramos e dos homens quando vendemos!

Isso são coisas dos homens, não de Deus.

No Versículo 33, de Marcos 8 lemos:

33 Jesus, porém, voltou-se e, fitando os seus discípulos, repreendeu a Pedro e disse: Arreda, Satanás! Porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens.

Fitando, Greg. eido = Examinar, Saber a respeito de tudo

Nosso Jesus LEU nos olhos de Pedro que ele não queria apenas livrar a Jesus da morte mas, fazendo isso, impediria sua ressurreição também.

Quando fazemos as COISAS DOS HOMENS matamos Jesus de novo, e impedimos que Ele ressuscite na vidas de outros.

Jesus não precisa morrer novamente, nós precisamos morrer!

As COISAS DOS HOMENS contaminam os outros.

Jesus fita os seus olhos nos discípulos ao falar com Pedro. Essa atitude nos revela que Jesus queria ler no coração dos outros se eles também já estavam contaminados com o veneno que contaminara a Pedro.

Pedro, vá embora (Arreda, Greg. hupago)! Todos já estavam contaminados.

O homem, sem o Espírito Santo, cogita das COISAS DOS HOMENS.

Quantas coisas fazemos durante o dia que não louvam somente a Deus?

Queremos o louvor para nós, talvez para nós e para Deus também, mas para Deus somente é muito difícil.

É preciso morrer para isso.

Que aproveita o homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

Que adianta ser tão bom? Divulgar que é bom?

Se você quer divulgar algo faça em oculto. Jesus disse isso em Mt 10.26. Este é um texto que usamos muito errado. Utilizamos quando falamos de pecado, mas está escrito: 26 Portanto, não os temais; pois nada há encoberto, que não venha a ser revelado; nem oculto, que não venha a ser conhecido. 27 O que vos digo às escuras, dizei-o a plena luz; e o que se vos diz ao ouvido, proclamai-o dos eirados.

O que você fizer a Deus faça sem buscar glória humana, estas coisas ocultadas serão divulgadas pelo próprio Deus.

E O QUE SÃO AS COISAS DOS HOMENS?

1 Coríntios 2.11-16

11 Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o seu próprio espírito, que nele está? Assim, também as coisas de Deus, ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus.

12 Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, e sim o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente.

13 Disto também falamos, não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, conferindo coisas espirituais com espirituais.

14 Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

15 Porém o homem espiritual julga todas as coisas, mas ele mesmo não é julgado por ninguém.

16 Pois quem conheceu a mente do Senhor, que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo.

A COISAS DE DEUS são conhecidas apenas pelo Espírito Santo.

A comparação de Paulo é perfeita.

Através da leitura de I Coríntios 2, podemos entender que existem DOIS espíritos que irão se opor em diversas decisões. São estes o espírito do homem e o espírito de Deus.

O espírito é o que o Ap. Paulo chama de MENTE.

A chave para entender as COISAS DE DEUS é ter o Espírito de Deus, ter a Mente de Cristo.

Podemos identificar um homem natural, carnal através de dois sintomas: LOUCURA e BURRICE ESPIRITUAL. (Vers. 14).

14 Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

O homem não aceita e não entende as coisas do Espírito.

Alguém sem o Espírito Santo torna-se LOUCO e SEM DISCERNIMENTO.

Certa vez, em uma viagem, perguntamos a um crente: Como está a sua cidade? Ele nos respondeu: “Muito boa, muito emprego, muita gente se mudando pra cá, o problema é só o calor, mas o prefeito até que tem feito um bom trabalho aqui”.

Era aquilo que queríamos saber? Queríamos um relatório espiritual, não natural.

Essa é a resposta de uma mente natural.

Perca a sua vida! Você ganhará a vida de Deus.

Viva para Cristo!

As COISAS DE DEUS nos estimulam a fazer tudo para a Glória dele somente.

As COISAS DE DEUS podem ter dois fins apenas:

1. O bem da Terra; 2. O bem do Homem

As COISAS DE DEUS convertem os homens.

Conclusão

O QUE DEVO FAZER: Coisas de Deus ou dos Homens?

A resposta é óbvia, as de Deus.

Eclesiastes 11.9 – 12.1

9 Alegra-te, jovem, na tua juventude, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade; anda pelos caminhos que satisfazem ao teu coração e agradam aos teus olhos; sabe, porém, que de todas estas coisas Deus te pedirá contas.

10 Afasta, pois, do teu coração o desgosto e remove da tua carne a dor, porque a juventude e a primavera da vida são vaidade.

12:1 Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer;

Das coisas que fizemos e procuramos satisfazer o nosso coração e aos nossos olhos seremos cobrados.

Lembremos do Senhor enquanto há tempo e estamos felizes com Ele, pois Ele tem nos feito coisas maravilhosas.

Ele é sobremodo bom e misericordioso.

Sempre é tempo de voltarmos às coisas do Espírito de Deus, todos os dias, em todas as ocasiões.

Naquilo que o Senhor pensa, pensemos nós também. Nisto consiste a Mente de Cristo!