ANSIEDADE X REINO DE DEUS

Da importância que há em sermos Imagem e Semelhança de Deus – Buscar o Reino de Deus em primeiro lugar – A cura para ansiedade.

“25 Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? 26 Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai Celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves? 27 Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? 28 E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. 29 Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. 30 Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé? 31 Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? 32 Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; 33 buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. 34 Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.”

Mateus 6.24-34

A sociedade atual é marcada por processos acelerados, provocados por diversos fatores como, por exemplo, a velocidade das respostas tecnológicas, a comida fast-food, os aplicativos de mensagem instantânea, acesso rápido às milhares de informações – muitas vezes irrelevantes – contidas na rede mundial de computadores, entre outros.

Recordo-me de que há apenas alguns anos, esperávamos com paciência pela resposta a um e-mail enviado. Hoje, guiados, por exemplo, pela simples informação de que alguém já leu a mensagem que enviamos, nos sentimos incomodados quando a resposta demora mais que 5 minutos.

No texto de Mateus 6.25-34, o autor das palavras, Jesus Cristo, adverte seus interlocutores a respeito de um grande mal chamado Ansiedade.

As palavras foram ditas há mais de 2 Mil anos, mas parecem atuais, e são. É certo que nos dias de Cristo não haviam os agravantes de que já falamos, mas, mesmo assim, podemos observar que o ensinamento messiânico era direcionado a um povo ansioso.

Podemos concluir então que a ansiedade afeta as pessoas de qualquer geração, desde o passado mais remoto até os dias atuais e pode piorar ainda mais se não observarmos bem os detalhes daquilo que foi ensinado por Jesus.

NÃO ANDEIS ANSIOSOS PELA VOSSA VIDA

Comida, bebida e sustento, são as palavras que Jesus se utilizada na tentativa de convencer os discípulos de que não devem andar preocupados, ansiosos.

No livro de Gênesis, nos deparamos com o cuidado de Deus com o homem. Observamos como Deus cuidou dos mínimos detalhes da criação e, o mais importante de tudo, como Ele fez toda a Terra, todo o ambiente do planeta, antes de criar o homem.No livro dos Salmos 8.4 e 5, podemos ver a importância que Deus dá ao homem.

4 que é o homem, que dele te lembres? E o filho do homem, que o visites? 5 Fizeste-o, no entanto, por um pouco, menor do que Deus e de glória e de honra o coroaste.

Nosso Deus se preocupa com a humanidade e devemos sentir-nos bem cuidados e cercados por Ele. Precisamos aprender a descansar no Senhor, isto é, dedicar um dia para pensar em todas as coisas que Ele nos tem dado e como tem cuidado de nós.

NÃO VALEIS VÓS MUITO MAIS DO QUE AS AVES?

Somos imagem e semelhança de Deus. Ser parecido com alguém tão especial como o nosso Senhor é motivo de alegria.

Em Gênesis 1.26 está escrito: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”, mas de que forma podemos entender isto?

Deus, após concluir a sua obra no Éden, precisaria de alguém que pudesse ser o seu representante na Terra. Estes somos nós, feitos à sua Imagem para que pudéssemos exercer domínio sobre toda a criação. Este domínio abrange não apenas a possibilidade de extrairmos do planeta o nosso alimento, mas também as capacidades de melhorar o ambiente onde vivemos, criar técnicas de cultivo do solo ou mesmo de manipular a obra de Deus de tal forma que podemos criar remédios, por exemplo, para curar pessoas, animais e plantas ou mesmo erradicar doenças do mundo.A Semelhança, no entanto, diz respeito ao caráter ético do Senhor. O homem foi criado com capacidade para discernir o bem e o mal.

16 E o SENHOR Deus lhe deu esta ordem: De toda árvore do jardim comerás livremente, 17 mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

Gênesis 2.16 e 17

No texto acima, as Escrituras Sagradas deixam claro o caráter ético que herdamos de Deus. Esta herança, na prática, nos faz diferentes dos animais. Não somos apenas seres viventes, somos filhos de Deus, criados com dons especiais, feitos à sua Imagem e Semelhança.

Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal.

Hebreus 5.14

O escritor do livro aos Hebreus afirma que são adultos aqueles que têm as faculdades para discernir o bem e o mal. O autor utiliza a palavra grega Teleiospara falar isso, substituída em português por Adultos. Teleios, conforme o dicionário bíblico de Strong, quer dizer: “que não carece de nada necessário para estar completo”, Strongs g5046.

Deus nos fez completos. Isto não é, senão, o cuidado de um pai? Sem dúvidas não precisamos estar preocupados, ansiosos, como nos ensinou Jesus.

HOMENS DE PEQUENA FÉ… BUSCAI EM PRIMEIRO LUGAR O SEU REINO E A SUA JUSTIÇA

Jesus conclui seu sermão associando a ansiedade do homem à sua falta de fé.

De fato, podemos nos perguntar: Como pode alguém cercado de tantos cuidados ainda andar ansioso e preocupado com coisas terrenas?A cura para este mal, proposta por Cristo, é ocupar-se com aquilo que realmente é importante, o Reino de Deus.

20 Interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, Jesus lhes respondeu: Não vem o reino de Deus com visível aparência. 21 Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Lá está! Porque o reino de Deus está dentro de vós.

Lucas 17.20 e 21

O Reino de Deus é imaterial, invisível e está dentro de nós. Desta forma, apenas pela fé, podemos acessá-lo. Ter fé, ao contrário do que a ciência secularista tem ensinado, não é algo que desqualifica o homem, mas a forma como Deus nos capacitou para observar as coisas espirituais. Se faltar-lhe fé, sem dúvidas, faltar-lhe-á espiritualidade.

Ser invisível é diferente de ser inexistente. Observe o vento, por exemplo. Ele não pode ser visto, mas o sentimos fluir através do corpo, nas árvores e nas ondas do mar, mesmo antes que existisse qualquer ferramenta para observá-lo em laboratório. Através dessa analogia podemos crer que o Reino de Deus não pode ser visto, mas pode ser experimentado e exerce poder sobre tudo o que nos rodeia.

Deus construiu um Reino dentro de nós para extrairmos e pô-lo para fora através de uma vida dedicada à Ele.

Somente vivendo para Cristo, dando a Ele o primeiro lugar em nossas vidas é que poderemos desfrutar de uma vida saudável, isto é, sem ansiedade e tendo certeza de qual a nossa posição neste mundo.Vivamos, portanto, sem ansiedade, mas dedicando a vida ao Reino de Deus.

Guilherme Tavares, Eklésia Ministério Internacional

PROVAS CIENTÍFICAS DA RESSURREIÇÃO DE CRISTO?

Aspectos relevantes a respeito da historicidade dos relatos bíblicos da morte e ressurreição de Jesus Cristo.

O cristianismo é a maior religião do mundo e seus fiéis se multiplicam em número extraordinário diariamente em todas as partes do mundo.

Uma religião nascida em Israel, há dois milênios, que se expandiu rapidamente pelo Império Romano devido a diversos fatores decisivos e intitulados, pela Bíblia, por Plenitude dos Tempos, conforme Efésios 1:10, mas que contou com o maior dos fatos, divisor de águas, chamado Ressurreição de Cristo.

O maior dogma da cristandade é, sem dúvida, a morte e a ressurreição de Jesus, ocorridos na década de 30 em Jerusalém, Israel.A matéria da revista Veja de 3 de Abril de 2015, sob o título “Ressurreição:

“O grande dogma do cristianismo” afirma que a “ideia (da ressurreição) se fortalece com a passagem dos milênios”

O texto ainda diz que “a ideia da ressurreição foi a faísca do cristianismo” referindo-se ao fato de que este foi o principal motivador do crescimento da fé em Cristo.

Tudo isto, somado a um grupo de 11 homens, chamados apóstolos, e centenas de outros, fizeram com que metade do mundo conhecido na época se convertesse em apenas 200 anos. Todos eles foram homens e mulheres simples, pescadores, cobradores de impostos, donas de casa, empresários, entre outras pessoas comuns, que pregaram esse evangelho em troca de algo nada novo e – inclusive doando suas vidas em estacas, cruzes e outras mortes terríveis – que toda a humanidade considera o maior enigma de todos os tempos, A Vida Após a Morte.

Todas as religiões do mundo têm seus túmulos importantes a serem visitados, de seus maiores líderes e/ou fundadores que já morreram e, naqueles lugares estão sepultados. O cristianismo, no entanto, não tem um “Corpo de Cristo” para ser visitado e receber flores.

A morte de Jesus salvou a humanidade do pecado, mas a sua ressurreição construiu o maior paradigma que a ciência já pode enfrentar: pode alguém ressuscitar de entre os mortos?

Contudo, seria a ressurreição de Jesus Cristo verdade? É um fato?

Erroneamente o filósofo Ernst Bloch considera que o sucesso do cristianismo está mais conectado à promessa de vida eterna do que à moralidade do Sermão da Montanha. Um pouco de falta de alteridade pode fazer com que qualquer pessoa cometa um erro de observação como estes, pois o sermão da montanha não é apenas uma conjunto de textos que fala da moral humana, mas sim de um modo de vida que, para ser seguido, exige completo desprendimento de amores terrenos, algo para um defunto ou alguém que conheceu a morte e voltou.O Sermão da Montanha apresenta requisitos para quem quer viver a vida de Cristo. Desta forma, quem acertou ao falar da ressurreição de Cristo relacionada ao crescimento do Cristianismo foi o Apóstolo Paulo, que o estabelece como fundamento histórico para o sucesso ou fracasso do cristianismo, conforme 1 Co 15.14:

“E, se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e vã, a vossa fé”.

Como podemos então saber se Cristo realmente ressuscitou? Para responder a esta pergunta, precisamos nos fazer outras semelhantes:

1. Jesus Existiu?

Existem centenas de documentos escritos na época de Cristo que referenciam a sua existência. Um importante documento chamado “Antiguidades dos Judeus”, de Flávio Josefo, notório historiador judeu, que não foi cristão, fala de Jesus e Tiago, seu irmão, como pessoas importantes entre 30 e 60 d.C.

2. Outras pessoas, contemporâneos de Jesus, morreram e tiveram seus túmulos encontrados?

Em reportagem, a Revista Época, no link http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDR53166–6010,00.html, trás à tona uma recente descoberta, importantíssima para este caso: A Urna Mortuária de Tiago, irmão de Jesus. O objeto foi encontrado em escavações na cidade de Jerusalém com as seguintes inscrições:

“Tiago, filho de José, irmão de Jesus”.

Na mesma matéria são mencionadas outras importantes descobertas: uma laje com as inscrições:

“Poncio Pilatos, governador da Judéia, dedicou ao povo de Cesaréia um templo em homenagem a Tibério” .

ALÉM DISSO, ainda menciona a câmara funerária de Caifás, Sumo Sacerdote de Jerusalém. Ambos foram atores protagonistas no julgamento de Jesus onde Caifás acusa Cristo perante Pilatos.

Leia o relato de Mateus 26:57 e 27:1 e 2:

“E os que prenderam Jesus o levaram à casa de Caifás, o sumo sacerdote, onde se haviam reunido os escribas e os anciãos… Ao romper o dia, todos os principais sacerdotes e os anciãos do povo entraram em conselho contra Jesus, para o matarem; e, amarrando-o, levaram-no e o entregaram ao governador Pilatos”.

Dias antes de ser preso, Jesus predisse a sua morte e ressurreição e ainda falou com detalhe a respeito do que estava por acontecer: Mateus 20:17–19 – 

“Estando Jesus para subir a Jerusalém, chamou à parte os doze e, em caminho, lhes disse: Eis que subimos para Jerusalém, e o Filho do Homem será entregue aos principais sacerdotes e aos escribas. Eles o condenarão à morte. E o entregarão aos gentios para ser escarnecido, açoitado e crucificado; mas, ao terceiro dia, ressurgirá”.

3. Existem fatos históricos que comprovam a narração dos evangelhos?

Os romanos realmente crucificavam criminoso na época de Jesus, inclusive por crimes considerados de menor gravidade que o de Cristo.Além disso, nos dias atuais é possível visitar lugares importantes como a Via Crucis, Fortaleza Antônia, Sinédrio, Gólgota, entre outros, em Jerusalém, que provam os acontecimentos narrados.

4. Tem testemunhas?

Não apenas testemunhas, testemunhas oculares narraram que viram Jesus vivo, após ter sido executado e sepultado.

O método mais comum que vem sido usado para tentar dar descrédito às testemunhas é afirmar que todos eles não passavam de fanáticos. É certo, porém, que tal método não me parece muito imparcial, tampouco digno de crédito acadêmico uma vez que o historiador deve munir-se de conhecimento testemunhal, que é material historiográfico válido, quando não dispõem de objetos históricos como, por exemplo, fotografias, filmagens ou outros objetos de igual teor, como foi com o caso do assassinato do presidente americano John F. kennedy.

Veja uma lista de testemunhas oculares que podem ser encontradas nas Escrituras:

  • Maria Madalena; João 20:11–18, Marcos 16:9
  • Outras mulheres: Mateus 28:8–10
  • Pedro: Lucas 24:34
  • Dois discípulos no caminho para Emaús: Lucas 24:13–35
  • Dez discípulos: Lucas 24:36–43, João 20:19–24
  • Os 11 Apóstolos: João 20:24–29
  • Sete discípulos no Mar da Galileia: João 21:1–23
  • Quinhentas pessoas: 1 Co 15:6
  • Tiago: 1 Co 15:7
  • Os 11 apóstolos e mais outros na Ascensão: Atos 1:3–12
  • Paulo: Atos 9:3–8
  • João: Apocalipse 1:12–18

O número exato é difícil de calcular pois, em alguns textos, não são mencionadas as quantidades, mas estimamos um número aproximado de 650 pessoas. Um número considerado suficiente para justificar o motivo pelo qual a notícia se espalhou rapidamente pelo império romano.O Dr. Simon Greenleaf, desenvolvedor da Faculdade de Direito de Harvard, e escritor de ”Law of Evidence”, “Lei da Evidência”, analisou profundamente os quatro evangelhos em seu livro “The Testimony os the Evangelists “, “O Testemunho dos Evangelistas” através das “Regras de Provas Administradas nos Tribunais de Justiça”, e concluiu que: 

“É impossível que eles pudessem ter persistido na afirmação daquilo que narraram, se Jesus não tivesse realmente ressuscitado…”

5. Mas os livros da Bíblia são válidos e confiáveis? Não foram alterados? Os livros e cartas escritos são documentos históricos válidos?

Vimos que Jesus realmente existiu e, pela lógica, ele também morreu, quanto a isso não restam dúvidas e este fato, por si só, já dá credibilidade ao texto que narra a sua morte e ressurreição.

Para reconhecer a veracidade de um texto histórico e seu valor cientifico, precisamos analisar cuidadosamente o intervalo de tempo que existe entre a sua primeira cópia original e o seu mais antigo manuscrito encontrado. Ou seja, Quanto maior o intervalo de tempo entre o original e o manuscrito, maior a probabilidade daquele fato não ser verdade ou, pelo menos, ter sofrido alterações.Este é mais uma aspecto onde a Bíblia se mostra um documento sério. Veja na relação abaixo a comparação entre manuscritos bíblicos e outros documentos famosos:

  • Livro Guerras, de César: Original data de 58 a.C., Manuscrito que prova veracidade data de 850 d.C., 900 anos depois.
  • Livro Histórias, de Heródoto: Original data de 488–428 a.C., Manuscrito que prova veracidade data de 850 a.C., 1300 anos depois.
  • Tetralogia, de Platão: Original data de 427–347 a.C., Manuscrito que prova sua veracidade data de 900 d.C., 1250 anos depois.
  • Evangelho de João: Original data de 85 d.C., Manuscrito que prova sua veracidade data de 125 d.C., 30 anos depois.
  • Novo Testamento completo, de Cherter Papyri: Original data de 45–95 d.C., Manuscrito que prova a sua veracidade data de 150 d.C., 55 anos depois.

Agora que sabemos também que Jesus realmente morreu, foi sepultado e ressuscitou, torna-se importante lembrar que, conforme a narração dos evangelhos, há ainda uma possível narração a respeito da ressurreição de Cristo que não foi feita por nenhum do discípulos, mas por soldados romanos.

Essa é uma problemática muito séria, uma vez que derruba completamente os argumentos de que o corpo de Jesus fora roubado pelos discípulos durante a noite.

A narração Bíblica afirma que um destacamento de soldados romanos esteve guardando a sepultura durante os dias em que o seu corpo esteve ali depositado. Leia o texto de Mateus 27:62–66:

“62 No dia seguinte, que é o dia depois da preparação, reuniram-se os principais sacerdotes e os fariseus e, dirigindo-se a Pilatos, 63 disseram-lhe: Senhor, lembramo-nos de que aquele embusteiro, enquanto vivia, disse: Depois de três dias ressuscitarei. 64 Ordena, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia, para não suceder que, vindo os discípulos, o roubem e depois digam ao povo: Ressuscitou dos mortos; e será o último embuste pior que o primeiro. 65 Disse-lhes Pilatos: Aí tendes uma escolta; ide e guardai o sepulcro como bem vos parecer. 66 Indo eles, montaram guarda ao sepulcro, selando a pedra e deixando ali a escolta.”

Observe que o sepulcro foi, de fato, bem guardado. Haviam dois grupo que poderiam estar interessados em manter Jesus naquela gruta, o Sinédrio e os próprios romanos. Assim sendo, nenhum outro grupo tinha poderes para enfrentar uma escolta de soldados bem capacitamos, como aqueles, muito menos o simples é pequeno grupo de apóstolos, que hora estava reduzido ao número de onze homens.Porém, conforme Mateus 28:1–4, há um relato que descreve algo fascinante.

“1 No findar do sábado, ao entrar o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. 2 E eis que houve um grande terremoto; porque um anjo do Senhor desceu do céu, chegou-se, removeu a pedra e assentou-se sobre ela. 3 O seu aspecto era como um relâmpago, e a sua veste, alva como a neve. 4 E os guardas tremeram espavoridos e ficaram como se estivessem mortos. 5 Mas o anjo, dirigindo-se às mulheres, disse: Não temais; porque sei que buscais Jesus, que foi crucificado.”

No primeiro versículo, Mateus, narra a respeito de duas mulheres indo visitar o sepulcro. Certamente elas foram para ficar à porta, já que não poderiam entrar por causa dos guardas romanos. Mas logo no versículo seguinte existe uma descrição interessante de um fato ocorrido horas antes que, fazendo uma leitura do texto corrido, pode nos faltar entendimento. Tal descrição afirma que um anjo havia descido do Céu, abriu o sepulcro rolando a pedra que o fechava, menciona o seu aspecto físico e ainda fala da fuga dos soldados.

A narração lida pode ter sido feita pelos próprios soldados aos discípulos, posteriormente, ou ainda ter se tornado uma história comum na cidade, chegando, dias depois, ao conhecimento dos apóstolos e demais seguidores de Cristo.

Os únicos fatos que podem ser contestados são os que não podem ser observados cientificamente por se tratarem de fé. No entanto, fé não falta a nenhum cientista.Podemos verificar esse fenômeno, a Fé Científica, observando a lista abaixo, que apresenta Teorias consideradas verdades absolutas, mas que não podem ser experimentadas em laboratório.

  • Dinossauros viveram há 65 milhões de anos. Prova? Carbono 14. Problema? Não podem ser reproduzidas reais condições de temperatura e pressão da suposta época.
  • O universo teve início com o Big Bang. Prova? Nenhuma. Problema? Não pode ser observado/simulado.
  • O homem evoluiu do macaco. Prova? Nenhuma. Problema? Nunca foi encontrada a última espécie de macaco antes do Homo Sapiens.
  • Toda a vida na terra evoluiu da água. Prova? Nenhuma. Problema? Impossível de ser simulado em laboratório.

Para acreditar nos relatos, testemunhas oculares e documentos, que afirmam que Cristo ressuscitou, não é necessário ter mais fé do que para acreditar que Napoleão Bonaparte, mesmo após ter sido derrotado e exilado na ilha de Elba, retornou e conseguiu destruir o exército britânico de Duque Wellington.

A vitória de Cristo, ressurgindo de entre os mortos, é um evento tão fantástico quanto histórico e pode ser perfeitamente observado através de todos os fatos apresentados.

A depreciação de todas as coisas neste planeta é conhecida, na Física, através da lei da termodinâmica, a lei da entropia crescente, na qual todas as coisas estão em desordem, queda e acabam morrendo, desaparecendo ou se transformando. A Bíblia aborda este mesmo tema em 1 João 5:19 –

“Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno.”

A palavra grega que foi traduzida por Jaz, idioma originalmente usado no Novo Testamento, é Poneros, que significa aquilo que está cansado, corrompido.

Milhões de pessoas já viveram sobre a Terra, algumas ressuscitaram, mas depois voltaram a morrer. No entanto Jesus é a única pessoa que passou por todas as fases da vida, do nascimento à morte, ressuscitou e não voltou a morrer.

Entrevistando alguns cristãos e questionando a respeito dos motivos de sua fé na ressurreição de Jesus, todos foram unânimes em um aspecto: está escrito na Bíblia!

Esta frase não reflete somente a crença em um fato acontecido e relatado apenas no Novo Testamento, mas a algo que já havia sido profetizado em diversos livros veterotestamentários como, por exemplo, Isaías 7:14, 9:6 e 53:3–7, Miqueias 5:2, Zacarias 9:9 e 12:10 e Salmo 22:16–18.A promessa de um próximo retorno de Cristo, tem mantido o cristianismo vivo e os crentes em Jesus esperançosos há mais de dois mil anos, retorno este, não de um morto, mas de alguém que está vivo comprovadamente.

Por Guilherme Tavares

Casas sobre a Rocha

img_0246

Mateus 7:24-29 – Sermão da Montanha

Falar de como os Europeus curtem descansar e fazer isso em família.
Esquecer o dia da semana é algo que nós nunca fizemos depois que deixamos de ser crianças.
É importante construir um tempo especial para a Casa: filhos, casa, esposa…
É importante fazer algo terapêutico que nos provoque à Calma, ao Cuidado, à Delicadesa. Exemplos: Regar o jardim, encontrar algo que necessite ser arrumado em casa, andar sem que seja para o Supermercado ou Padaria… Isso faz um homem ou mulher ser rico em Paz.

Parte das nossas casas estão sendo construídas sobre a areia. A tecnologia, redes sociais e a coisas sup;refluas estão se tornando cada vez mais orgânicas. A tendência é que elas se tornem parte natural das nossas vidas nos transformando em verdadeiros seres reagentes e não pensantes.

Mateus 7, final: 24-29
A ocasião é que Jesus estava jejuando 40 dias e 40 noites, completamente desconectado do mundo e depois recita este Sermão. Até hoje é considerado o melhor sermão de todos os tempos. Os capítulos 5, 6 e 7 são completamente cheios das palavras de Jesus.

Jesus usa imagens, ler este Sermão nos faz imaginas.
Casa, Areia, Rocha, Clima/elementos

Casa: Somos nós, vida, moral, reputação, quem você é. Se as pessoas abrissem a sua vida, isto seria o que as pessoas vêem.

Areia: costumava ser parte de uma rocha. É o que era e não é mais. Ela não pode ficar embaixo, ela é sólida, se move, não é confiável.

Rocha: Ensinamentos de Jesus, o próprio Jesus. Ela é inabalável, sólida, confiável, estável.

Elementos do clima: Vida e as pessoas.

Quando você construir a sua Casa, as pessoas virão e te mostrarão facilmente sobre qual terreno você está construindo a sua casa.

PRIMEIRO ASPECTO
Você precisa saber que, querendo ou não, está construindo uma casa.
Por causa da posição, papel na vida das pessoas. Pessoas não tem qualquer expectativa de vida. Isto não é falta de visão, pois às vezes, as pessoas não tem visão, mas estão esperando que algo aconteça. Porém, temos encontrado pessoas que não têm qualquer expectativa de que algo pode acontecer. Tem pessoas que não tem DESEJO nenhum de ter uma visão.
Todos aqui estão construindo a vida sobre a Areia ou a Rocha.

Eu gostaria de te inspirar a construir a sua Casa no terreno certo. Todos nós estamos construindo uma Casa que a próxima geração vai ver.

Na Bíblia, Casa está mais relacionada ao legado e gerações do que um prédio. Precisamos saber que a nossa vida importa muito e vai influenciar alguém que não conhecemos. Encontre um desejo ardente por fazer algo importante. Se você não tem, pegue o que temos e comece a fazer agora.

Quando Davi derrotou Golias, ele recebeu um legado que abençoou a sua descendência. Ele já havia sido ungido Rei, mas não podia exercer pois o Rei ainda era Saul. No entanto, mesmo ungido, ele continuou construindo e não descansou sobre o óleo que havia sido derramado sobre a sua cabeça.

SERGUNDO ASPECTO
Jesus disse: Quem houve esta palavra e as cumpre.
Isto é outra forma de CONSTRUIR. Quanta teoria nós temos e não usamos para nada. Quantos versículos conhecemos e não praticamos? Quanto da Bíblia viola as minhas filosofias e eu continuo fazendo?
Se você ouvir as palavras de Jesus e FIZER o que Ele diz, construirá a sua Casa sobre a Rocha.

A Lei diz que quem dorme com uma mulher que não é a sua esposa comete adultério e precisa morrer. Jesus disse que Aquele que VÊ e DESEJA uma mulher que não é a sua, comete adultério.
A pergunta é: Jesus anulou a Lei?
O que Jesus fez foi aumentar o PADRÃO da Lei. Aumentou o Nível.
A Graça tem um nível de Padrão bem mais alto do que a Lei teve.

Para construir um castelo sobre a Rocha precisa fazer isso.

TERCEIRO ASPECTO
Castelos de Areia são rápidos e lindos.
Mas você sabe que as melhores coisas do mundo não são feitas com velocidade. levam tempo para serem construídos. Então rapidez e qualidade não combinam.

ninguém pode pedir uma transferência de unção de PACIÊNCIA. Paciência é construída 100% sozinho. Tem coisas que levam muito tempo. Não existe sucesso da noite para o dia. O Youtube está cheio de vídeos que prometem sucesso rápido, mas isso não existe. Sucesso rápido é igual a SUPER FRACASSO.

Exemplo dos Atletas: Quanto tempo eles passam no anonimato? São 4 anos de muito treino e nós nem sabemos que eles existem até que venham as olimpíadas e eles fiquem famosos. Mas todo esse potencial foi construído devagar.

QUARTO ASPECTO
Como Deus constrói?

Como nós faríamos o desenvolvimento de um bebê no ventre materno?
Certamente eu começaria pelos pés. Eu iria fazendo de baixo para cima.
Deus resolveu começar pela cabeça e coração. O primeiro órgão funcional é o coração e a cabeça se desenvolve juntamente para depois nascerem os demais órgão e por último o esquento, embaixo da pele.
Deus começa pelo mais importante, coração e cabeça.
Ele faz isso para que tudo fique registrado naquele novo ser humano. Por causa disso, cada pessoa tem uma personalidade diferente.

A sua identidade precisa ser diferente da sua tarefa. A identidade é construída antes do corpo.
Talvez você pensa que o seu valor está em como você executa a sua tarefa. Ou o que as pessoas ao redor vão ver naquilo que você fez.
A pior coisa é comparar a sua tarefa com a de outra pessoa. Você o quanto está sem valor, quando você compara os seus resultados com o de outras pessoas.

Estamos pegando as Palavras de Jesus e vivendo? A minha vida é um castelo de areia? Minha vida é fraca ou forte?
Você está construindo sobre areia ou rocha?
A sua identidade está ligada á sua tarefa ou em quem você é em Deus?
CONCLUSÃO
Falamos sobre Avivamento, Mudar o Mundo e muitas coisas, mas falamos muito sobre INTIMIDADE COM DEUS para que você possa estar firme todos os dias.
A intimidade está totalmente relacionada com praticar as Palavras de Jesus.

Existem pessoas que se mantém de pé somente perto dos pastores da Igreja ou da Liderança. Eu sei que tem tempos em que precisamos de ajuda. Mas se esconder na multidão ou na sombra das pessoas não constrói um caráter aprovado.

Você precisa entender que a sua vida com Deus é mais que uma vida virtual de prestação de contas diária.
Somente construirá a sua casa sobre a Rocha aquele que manter uma Vida saudável com Deus e com os Irmãos.

Minha oração é para que Deu nos revele onde estamos construindo as nossas Casas. Então sim, podemos mudar o mundo.

 

Guilherme Tavares

A Terra e o Mundo Pertecem ao Senhor

Happy group of finger smileys 2

Quem é o dono da comunidade?

Salmo 24.1-6

1 Do SENHOR é a terra e tudo o que nela existe, o mundo e os seus habitantes.

2 Ele próprio fundou-a sobre os mares e firmou-a sobre os rios.2

3 Quem pode subir ao monte do SENHOR? Quem pode ficar de pé no seu santo lugar?

4 Aquele que tem as mãos limpas e o coração puro, e não se entrega à mentira, nem age com falsidade.

5 Este receberá do SENHOR a bênção, e Deus, o seu Salvador, lhe fará justiça.

6 Estes são aqueles que o buscam, que procuram a tua face como Jacó, ó Deus.

 

O governo? As pessoas? Não!

Deus é o dono da comunidade. Ele fez a comunidade. Ele possui todas as coisas, ele criou todas as coisas. Ele é a autoridade máxima. E Ele nos deu a autoridade para governar a Terra.

Não apenas a Terra, mas o Mundo.

O Mundo não é a Terra, mas o sistema que move tudo à nossa volta.

A única forma de servir a Deus é servir a mais alguém.

 

Mateus 25.31-40

31 Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos, então, se assentará em seu trono na glória nos céus.

32 Todas as nações serão reunidas diante dele, e Ele irá separar umas das outras, como o pastor separa os bodes das ovelhas. 

33 E posicionará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda.

34 Então, dirá o Rei a todos que estiverem à sua direita: ‘Vinde, abençoados de meu Pai! Recebei como herança o Reino, o qual vos foi preparado desde a fundação domundo.

35 Pois tive fome, e me destes de comer, tive sede, e me destes de beber; fui estrangeiro, e vós me acolhestes. 

36 Quando necessitei de roupas, vós me vestistes; estive enfermo, e vós me cuidastes; estive preso, e fostes visitar-me’. 

37 Então, os justos desejarão saber: ‘Mas, Senhor! Quando foi que te encontramos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te saciamos?

38 E quando te recebemos como estrangeiro e te hospedamos? Ou necessitado de roupas e te vestimos?

39 Ou ainda, quando estiveste doente ou encarcerado e fomos ver-te?’. 

40 Então o Rei, esclarecendo-lhes responderá: ‘Com toda a certeza vos asseguro que, sempre que o fizestes para algum destes meus irmãos, mesmo que ao menor deles, a mim o fizestes’.

 

Deus disse a Moisés: eu ouvi o clamor do meu povo, eu vi a miséria dele.

 

Êxodo 3

7 Disse o SENHOR: “Certamente tenho observado a opressão e a miséria sobre meu povo no Egito, tenho ouvidoseu clamor, por causa dos seus feitores, e sei o quanto estão padecendo. 

8 Por esse motivo desci a fim de livrá-los das mãos dos egípcios e tirá-los daqui para uma terra boa e vasta, onde mana leite e mel: a terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus.

9 Porquanto agora o clamor dos filhos de Israel chegou até mim, e também contemplo a opressão com que os egípcios os estão submetendo e fazendo sofrer.  

10 Vai, pois, imediatamente: Eu o envio ao Faraó para tirar do Egito o meu povo, os filhos de Israel!”

11 Moisés, contudo, interpelou aDeus: “Quem sou eu para me apresentar diante do Faraó e fazer sair os israelitas das terras do Egito?”

12 Assegurou-lhe Deus: “Eu estarei contigo! Esta é a prova de que Sou Eu quem te envia: quando fizeres o povo sair do Egito, vós prestareis culto a Deus neste mesmo monte”.

 

Moisés estava muito feliz porque Deus iria descer pra resolver, porém ele disse que enviaria a Moisés. Ele começou a dar desculpas.

Quem pode subir no Monte do Senhor e Permanecer de Pé no seu Santo Lugar?

Nós não somos somente a Igreja. Nós somos a comunidade!

 

Exemplo de Watoto

Os líderes de células em Watoto vão aos líderes da comunidade e dizem: você é o líder, nós somos a comunidade (não dizem: somos a Igreja), a comunidade tem problemas, como podemos ajudar a resolver isso?

Escolhem um dos projetos, escolhem um dia e vão juntos com as pessoas da comunidade resolver o problema. Mas eles não vão em nome da Igreja, vão como comunidade. Mas as pessoas não são burras e sabem que eles são da Igreja. E a unção flue naturalmente.

Certa vez as paredes da Igreja começaram a ruir e a comunidade ajudou a Igreja.

 

Os fariseus tinham medo de pegar Jesus pois temiam a comunidade.

Encontre os problemas da sua comunidade e resolva.

Você não precisa de um grau universitário para ajudar alguém, nem ter todas as respostas, só precisa amar a comunidade.

Você precisa liderar uma célula. Os líderes devem ser treinados para serem líderes não somente das células, mas líderes locais nos lugares onde estiverem.

A Igreja está cheia de pessoas para mudar a nação.

 

Deus abençoe!

PRINCÍPIOS DE UMA EKLÉSIA: ATOS DOS APÓSTOLOS

20140218-123040.jpg

Atitudes que os Apóstolos tomaram, depois de Jesus e no que acreditavam.

1. Levantaram Apóstolos (1.21-26)
A importância do Apostolado.
É necessário que todos estejam prontos. José e Matias estavam prontos e preenchiam ao único requisito para ser apóstolo de Jesus: ter sido testemunha, junto aos demais, desde o seu batismo até a sua ressurreição.

2. Espírito Santo (2.1-4) (19.4-7)
É necessário crer no batismo e ser batizado.

3. Salvação e Batismo (2.37-41)
O Batismo nas águas é para confissão pública de arrependimento, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

4. Células e Templo (2.42 e 46)
Ensino dos Apóstolos, Comunhão, Ceia e Oração.
No Templo diariamente, e casa em casa.
Eram estimados pelo povo.

5. Cura (3.4-8) (14.8-10); Poder (4.23); Libertação (16.16-18)
Cura simples, sem retorno para o ministro e sem supervalorização da cura em si.
Poder, os crentes da igreja primitiva exerciam poder sobre a terra. Nós temos autoridade para dizer à chuva parar ou não, temos autoridade sobre os animais, etc…
Libertação, Devemos ministrar libertação aos cativos.

6. Ressurreição (20.7-12)
Paulo ressuscita a um jovem com extrema tranquilidade. Ele nunca havia visto Jesus ressuscitar alguém, mas soube das histórias contadas e que Jesus havia ressuscitado.
A ressurreição deve ser algo que acontece nos nossos dias.

7. Ofertas (4.36 e 37)
Ofertar com gratidão, doar para a obra de Deus.

8. Dízimos (5.1-10)
Ananias e Safira não devolveram a parte correta daquilo que deveriam.
“4Mantendo-o contigo, porventura não continuaria teu? E vendido, não estaria todo o dinheiro em teu poder? Como pudestes permitir que tais ideias dominassem tua vontade? ”

A questão a respeito dos dízimos não é o valor, mas a fidelidade. Ananias e sua esposa sederam à própria vontade de dominar sobre aquilo que não era deles.
Nossa vontade tenta dominar sobre quem é o senhor do meu dízimo. Quando não devolvemos o dízimo na igreja estamos dizendo que Deus não tem capacidade de dominá-lo e administrá-lo. Ele se ira contra essa atitude e chama de ladrão (Malaquias 3.10) que faz isso.

9. Levantar diáconos, pastores e líderes (6.2 e 3)
Foram levantados 7 diáconos que deveriam cuidar da ministração pessoal às mesas. Esses irmãos se tornaram líderes diretos do povo e faziam milagres e maravilhas no meio do povo.

10. Envio de Missionários transcultural (8. 5-7 e 26)
Filipe foi um exemplar missionário.

11. Ministração dos Anjos (12.6-8)
1- Paulo recebe instruções de um anjo.

12. O trabalho secular x sagrado (18.1-5)
Paulo se une a Áquila e Priscila, trabalhavam e argumentavam na sinagoga.
Depois (v. 5) dedicou-se somente à Palavra, mas Áquila e Priscila continuaram com os dois ministérios.

Conclusão
O que a Eklésia do início fazia, devemos fazer. Obedecendo aos princípios.

A Reforma e os Perseguidores

Ed 3.1

1. Pensando em Reforma…

É inevitável lembra-se de Esdras, Reformador… ao “lado” de seus contemporâneos Neemias, Zacarias e Ageu [lembrou de Ester também?] e muitos outros que estavam ali cumprindo seu chamado como profetas, levitas, sacerdotes ou adoradores que amavam a presença de Deus.

Apenas alguns anos os separavam uns dos outros.

Toda Reforma, pensando biblicamente, nos lembra construção, pedreiros, ajudantes, pintores, muito barro, cimento, pedras e aqueles que criticam como você está fazendo ou como deveria ter sido feito.

Afinal, é uma Reforma.

Estamos em dias assim, onde Deus restabelece sua Casa. Através de mais uma Reforma. Dizem que é a última.

A Reforma atual que estamos passando [aliás, construindo] é para a tomada de territórios antes roubados pelo diabo: econômico, político, empresarial, ministerial, cultural, etc.

O motivo desta palavra é lembrar-lhe que a Reforma dá um “clima” de tudo novo, porém é agora que nascem os piores perseguidores, inimigos.

Como lemos, a primeira fase de uma Reforma é a tarefa de Reerguer o Altar de holocausto.

O Senhor nos chama de Templo do Espírito Santo.

Este Deus desce sobre holocaustos, sacrifícios, nos Templos. Então Ele vai descer sobre nós com poder e fluirá o Espírito dentro de nós.

Reformar nosso coração é a primeira etapa que faremos. Mudar nossas atitudes. É hora de converter-se de verdade.

Será que Jesus faria isso? É uma boa pergunta a se fazer antes de tomar qualquer decisão.

E é exatamente agora que nossos perseguidores surgirão. Quando tomamos decisões desse nível. Por que antes não o fazíamos, mas agora sim.

Viveremos agora observados por uma nuvem de testemunhas. (Hb 12.1 e 2).

Jesus mesmo alertou certa vez sobre esses observadores de construções: Lc 14.25-30

O Reino de Deus é como uma construção e todos nos observam.

2. Comentários e Tópicos

Nossos perseguidores estão, basicamente, distribuídos em três grupos: Os Valentes, Os Financiados e Os Questionadores.

a. Os Valentes

Estes vêm primeiro.

Usam força bruta. Seu lema: Custe o que custar.

São Principados.

Matadores de presentes (dons), projetos e ministérios.

 

Mt 2.1-8

Este é o relato da primeira perseguição que Cristo sofreu.

Herodes cumpriu esse papel. Era um príncipe na terra e tentou matar Jesus ainda recém-nascido.

Como todo perseguidor, eles nunca dizem “sou seu perseguidor, seu inimigo”.

Herodes, para encontrar Jesus, usou a desculpa que queria adorá-lo  também. (2. 16-18).

Não o encontrando manda matar todos os recém-nascidos das redondezas. Utilizou-se de força bruta.

O destino deste é a morte (2.20)

Porém, eles não são tão perigosos porque são de fácil identificação. Mas são perversos.

b. Os Financiados

Ed 4.1-4

Estes tentam nos desanimar.

São maus conselheiros ou mesmo nossa carne desanimadora.

Eles agem como se fossem nossos amigos. Até mesmo oferecem seus serviços, mas foram enviados afim de nos desanimar. CUIDADO!

São inimigos que devemos temer.

V. 1 – São adversários.

São mesmo piores que o primeiro estágio por que agem silenciosamente.

Enquanto carregam pedras conosco, todos os dias tentam nos desanimar dizendo:

Será que vai dar certo?

Será que é de Deus?

Quanto tempo isso vai demorar?

Por causa desse desânimo, os filhos de Israel pararam a construção por 50 anos.

c. Os Questionadores

Ed 5.1-5

Estes tentam nos fazer parar para pensar.

E parar em plena construção é prejuízo para o Reino.

Representam um nível de ataque para bloquear nossas atitudes.

Quantas pessoas não estão paradas, mesmo depois de ter-se convertido? Até foram ao encontro, mas não entraram na Escola de Líderes, não têm células?

Hoje é o dia de sua libertação.

Estes perseguidores são de uma classe alta, pois representam aqueles demônios que voltam com mais sete.

Observe que estes se apresentaram através de Tatenai, Setar-Bosenai e mais seus companheiros.

O príncipe era somente Tatenai, governador dalém do Eufrates, mas se apresentou com mais companheiros.

A respeito disso Jesus nos alertou em Lc 11.24-26.

É a última tentativa do nosso adversário de nos parar.

Eles pegam apenas os desprevenidos.

3. Conclusão

Para os Judeus a oposição era algo sério e a história que encontramos hoje lhe dá destaque.

Se você estiver incerto sobre a verdade do cristianismo, por favor, ouça esse conselho: Não tente determinar o que é verdade pelo que é popular.

Nem sempre o nosso sucesso secular é encarado como sucesso aos olhos de Deus, assim como nosso fracasso pode não ser um fracasso aos olhos do Todo Poderoso.

Por isso é tão difícil encarar, como homens que somos, nossa derrotas e perseguições.

Somos seguidores de um Cristo que foi Perseguido e Crucificado!

Nossos interesses estão, na maioria das vezes, em desacordo com os Compromissos do Senhor.

Lembre disso: Ele veio e viveu entre nós, e nós o matamos. Nós o crucificamos.

Como podemos então determinar o que é popular como se fosse verdade? E essa é a tarefa dos perseguidores que se fazem de amigos e tentam nos fazer pensar que ser cristão é a pior decisão que alguém pode tomar.

Todo cristão enfrenta perseguições, mas basta para um pouco e refletir sobre a história do povo no livro de Esdras. Tenha coragem!

Eles conseguiram e concluíram a construção do Templo.

O próprio Ap. Paulo disse à seu discípulo Timóteo: “Todos os que querem viver em Cristo padecerão perseguições.” (2 Tm 3.12).

De onde Paulo tirou essa idéia? Será que era apenas um paranóico?

Não, ele tirou essa idéia de Jesus: “Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós.” (Jo 15.20).

Sei que para muitos de nós essa palavra pode parecer estranha, mas não é aos nosso irmãos cristãos na África, em especial, da Nigéria e do Sudão. E também não soa irreal aos milhares que foram mortos na Indonésia por confessar sua fé cristã.

Encare isso como encorajamento. Eles conseguiram terminar o Templo.

Em todos os lugares enfrentamos oposição.

Lembre-se: A oposição nunca será bem-sucedida.

Como nós conseguimos? Por que a mão poderosa de Deus se move de forma soberana.

4. Oremos

Repreendemos em nome de Jesus o principado que usou Herodes, os Adversários financiados e Tatenai.

Nos tornamos livres agora pelo Sangue de Jesus.

Oh, Deus, oramos para que o Senhor crucifique nosso egoísmo na cruz do seu amor.

Oramos para que o Senhor, em seu amor, torne-nos humildes.

Oramos para que ponha sua Palavra no fundo do nosso coração e cure-nos.

Faça sua obra em nosso coração por causa de Jesus e para Sua Glória por meio de seu povo.

Amém.

(*) Consulte as fontes com o autor do texto. [email protected]

NASCIDOS E RESSUSCITADOS COM CRISTO: O Projeto de Multiplicação

João 15.1-16

“Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor… e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça…”

Na semana passada estudamos a história de Noé, como plantador de vinhas, como um homem e família escolhidos e guardados por Deus, com um ministério de mais de cem anos sem se desviar do propósito reto, uma vez que Planos Retos somente Deus pode fazer, cabe a nós cumpri-los.

Deus estabeleceu sua visão, a visão da Eklésia, desde os mais remotos tempos, de Noé a Abraão, Moisés a Davi, das profecias ao Pentecostes (culminando em Cristo), de João até os dias de hoje…

Somos lavradores. Plantadores de vinha.

No Cap. 15 de João, onde acabamos de ler, Jesus estava em pleno confronto com seus 12.

Estava ensinando-os uma lição que deveriam guardar e viver a partir de então, até que lhes fosse tirado o último fôlego de vida: Dar frutos.

E começa a aula dizendo: “Eu sou…”

Quantas vezes o Senhor não nos disse isso, até mesmo na história: Moisés, por exemplo… para Israel muitas vezes… Cristo disse antes também “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida…”

O Senhor é a solução para a Terra, para a Nação, para o Estado, para a Cidade, para a sua vida.

A VISÃO CELULAR NO MODELO DOS DOZE não é um programa de igreja pós-moderna, é a restauração da prática da igreja primitiva que se reunia de casa em casa e eram unânimes no templo.

A Visão funciona para quem funciona na visão.

A igreja nasceu primeiramente no coração e na mente de Deus. Então os doze também foram projetos de Deus na terra antes mesmo que pudéssemos existir.

Quanto tempo mais a Eklésia de Cristo poderia sobreviver sem ligaduras. Como poderia ser possível.

15.5 “Eu sou a videira, vós, os ramos.”

Os princípios de cobertura passaram a ser pré-estabelecidos então.

Porém, Jesus deveria voltar ao Pai. Mas, e agora, como deveriam os discípulos, os 12, se organizar para que esta Igreja, este Reino, pudesse permanecer?

Eles precisariam de um modelo para seguir; e é óbvio que tinha apenas um modelo, um único molde, exemplo, que pudessem imitar. O do próprio Cristo.

E agora? Jesus subiu, olhe para cima Pedro!… veja nos céus, João!… Jesus foi para os Céus, um silêncio ficou no ar…

Jesus havia prometido um Consolador e Ele viria, o Espírito Santo, porém algo estava incompleto e era necessário completar o que cristo havia iniciado antes da descida do Espírito.

Por onde você começaria? Pedro começou completando a Equipe de Cristo. Esta foi a primeira coisa que fez.

Por que Jesus não o fez? Porque era necessário entender que Jesus sempre vai levantar mais um 12, mais um 12, mais outro… em todos os lugares… 12, 12, 12…

Somos equipe de Cristo e precisamos desejar ser 12, mais do que isso, ter 12 para que o reino cresça. A Igreja é orgânica, precisa crescer, e esse foi o método que Jesus criou e nos deixou.

Desde então entendemos e começamos a receber o que era a visão celular.

A Igreja em Células é a única estrutura capaz de sobreviver em tempos de perseguição. Em lugares onde o cristianismo não é aceito.

Fomos chamados para as nações da Terra, precisamos ser treinados aqui primeiro. Seu território, primeiramente, é sua família, depois sua rua, seu bairro, cidade, estado, Brasil.

Fomos chamados, organizadamente, para uma tomada de território para o Reino de Deus que nunca foi visto antes.

Devemos nos orgulhar disso.

Nós não escolhemos a Deus, nem o seu trabalho.

15.16 “Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda.

É curioso como aprendemos, crentes ou não, que Deus TEM QUE FAZER tudo que pedirmos em Nome de Jesus.

Como somos egoístas.

Esquecemos, porém, o principal do versículo, a chave para abrir esta porta no Céu, essa autoridade.

Quem é tão importante para pedir qualquer coisa e Deus fazer? Somente aqueles que dão fruto e consolidam.

Não basta dar fruto. É preciso fazê-lo permanecer. Essa tarefa é nossa.

Não é porque você está usando o nome de Cristo que o Pai vai fazer.

É porque você descobriu o código: FRUTO FIEL. Esse é o código.

Jesus disse que seus amigos são os que fazem aquilo que ele manda. Ele nos mandou fazer discípulos em todas as nações, batizá-los e ensiná-los. Essa é a visão celular. Ganhar, Consolidar, Discipular e Enviar.

Não adiantará você usar o nome de cristo como cartão de crédito, é preciso honrá-lo e fazer discípulos; ser seu amigo.

A visão celular é de Deus e é simples como Ele. Não precisa muita teologia pra viver a visão.

É preciso competência!

Você é competente?

É necessário apenas um líder disponível que discipule 12 outros líderes, que irão discipular outros 12 e assim por diante.

A visão é de 12, não de 8, de 9, de 7. A VISÃO É 12!

Apocalipse 21.12-20

“E tinha um grande e alto muro com doze portas…”

A visão de João, 12 e apóstolo de Cristo, foi tremenda.

Ele contemplou a estrutura da nova Jerusalém que, na verdade, é a estrutura da visão celular.

Como ela deve funcionar.

A visão dos doze é uma visão de multidões; mas o povo precisa estar protegido e guardado para que o ladrão não venha e roube o que é do Senhor.

Vimos duas estruturam principais logo no ver. 12:

1- Um grande e alto muro; e

2- Doze portas.

João era homem de revelação como os outros doze de Cristo. Ele estava recebendo e transmitindo uma visão que estruturaria o propósito, o meio de Deus trabalhar através da igreja.

Em sua visão, ele via 12 portões.

Os portões de Jerusalém, da entrada e da saída da cidade.

Os doze são as portas da Visão.

É através deles que o povo chega a Cristo e se convertem. Todos os discípulos entram e fazem parte do corpo de Cristo através de uma porta, através de uma geração celular.

Os 12 são os responsáveis pelas entradas. São nossos auxiliares como pastores. São herdeiros da promessa do Senhor.

Devem receber o povo, organizar, acolher. É o cartão postal da Visão.

Um líder de honra tem 12 discípulos honrados.

É sua tarefa defender o Reino de Deus, proteger o evangelho e levantar a segunda geração.

Sobre as portas encontrava-se escrito o nome das doze tribos de Israel. A visão dos doze é de governo, é de tomada.

Nos muros haviam 12 fundamentos, ali estavam os nomes dos 12 apóstolos de Cristo. (v.14)

Veja que, já no ver. 14, encontramos novamente a segunda principal estrutura mencionada na início da leitura (v. 12).

O MURO.

Esses 12 fundamentos serviam para estruturar este muro.

Sabemos que uma cidade sem muros está desprotegida. As portas se abrem para entrar e fecham a saída. Mas sem os muros um ladrão pode facilmente invadir e levar alguém.

E essa é a chave da grande multiplicação. É a segunda geração de 12, os 144.

V.17 – “Mediu a sua muralha, cento e quarenta e quatro côvados, medida de homem, isto é, de anjo.

Esse muro nos fala dos 12 de segunda geração. São homens e mulheres com autoridade espiritual para guardar a cidade e o povo.

A grande multidão só será enviada por Deus se o povo estiver protegido.

Como diz o V. 14, os 144 tem a medida de um homem, de um anjo.

Isso é tremendo porque nos mostra qual a responsabilidade dessa equipe.

Adorar a Deus, Servir as pessoas e Levar a resposta de Deus aos homens são as 3 principais funções dos Anjos e dos 144, de acordo com o texto.

Eles precisam ser também competentes e confiáveis porque não se pode encontrar nenhuma brecha nos muros da cidade, que é a Eklésia de Cristo.

O povo vai estar seguro e guardado quando os 144 forem levantados. É uma tarefa de muitíssima responsabilidade.

Levantar os 144 é o sinal que damos a Deus: Senhor… podes enviar as multidões!

Uma multidão é composta por 1.000 pessoas. Mas começa com 1 pessoa.

Deus quer te dar muitas multidões. Pai e Mãe de multidões e de Nações, Ele te chama.

Eu represento uma multidão. Atrás de mim há uma multidão.

Somos responsáveis por essa multidão

Todos nós precisamos apresentar frutos. Quem é discípulo de cristo precisa apresentar fruto.

O princípio da excelência é essa, ter alegria no que se faz.

Para entregar para o Senhor uma multidão de excelência é necessário fazer com alegria.

João 15.8 – “Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos torneis meus discípulos.”

Têm gente que não tem fruto algum e se diz discípulo de Cristo.

Têm outros que pensam que os discípulos são seus. Mas são de Cristo.

Da mesma forma que quando apresentamos discípulos, somos chamados discípulos de Cristo, quando desviamos discípulos nos tornamos filhos das trevas.

A visão é para honrar o nome daquele que é Digno de todo o Louvor e Glória, Jesus Cristo.

Você nasceu para esta visão. Para a Salvação.

Você é útil! Você pode frutificar!

Você vai frutificar e multiplicar!

Shalom Eklésia de Cristo!

Guilherme Tavares, Pr.

Lâmpada para os meus pés e Luz para o meu caminho

Lâmpada para os meus pés e Luz para o meu caminho

Salmos 119.105 – “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho”

Introdução

O Salmo 119 é organizado em 22 blocos. Cada bloco recebe um título: Alef, Bete, Guímel até Tau. Estas são a letras do alfabeto hebraico, o Alef-Bet.

Assim, como na maioria das nações orientais, o alfabeto hebraico tem um significado diferente para cada letra.

O Versículo 105 é a letra NUM [14ª letra], e na transliteração equivale ao nosso “N”. Porém há um significado especial para ela, na verdade dois:

1° Reino;

2° Servo com uma coroa ou Herdeiro Real;

Seu próprio formato quer dizer servo: é a figura de alguém de joelhos, na posição de servo, com uma coroa sobre a cabeça.

Nada na Palavra de Deus foi colocado irresponsavelmente. Nada foi escrito de forma aleatória.

Nem sequer um diálogo isolado está lá sem motivo. A Palavra de Deus se renova e para cada dia há uma nova revelação para nossas vidas.

Deus estava querendo nos ensinar dois princípios do seu Reino através do Salmo 119.105, o princípio do Reino e o princípio de serviço, como herdeiros reais que somos.

Para tanto ele se utiliza de duas figuras, a Lâmpada e a Luz que vão nos ensinar muito sobre estes princípios.

Comentários

a)      V. 105a – “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra…”

LÂMPADA, ou lanterna, conforme a tradução nos fala de Justiça, de vingança.

Sofonias 1.12 – “E há de ser que, naquele tempo, esquadrinharei a Jerusalém com lanternas, e castigarei os homens que se embrutecem com as fezes do vinho, que dizem no seu coração: O Senhor não faz o bem nem faz o mal.”

No verso acima Deus promete esquadrinhar, averiguar, pesquisar, espionar, a Jerusalém a fim de encontrar os homens que desconhecem a justiça de Deus.

São aqueles que pensam que Deus é nulo, não faz bem, nem mal…

Ali diz que Deus vai esquadrinhar com Lanternas, isto é, para fazer justiça, para ser Juíz.

Os pés, para os hebreus e algumas culturas orientais, eram a medida, o sinal, de o quanto um homem era honrado ou digno e tinha seu testemunho aprovado.

Os pés revelavam a Alma e o Caráter de alguém.

Quando Jesus lavou os pés dos discípulos (João 13.5) ele queria ensiná-los que o maior é o que serve, mas também os estava ensinando que para servir no Reino era necessário ter um caráter aprovado e uma alma limpa a fim de dar bom testemunho.

2 Timóteo 2.15 – “Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.”

1 Timóteo 5:10 – “aprovada com testemunho de boas obras, se criou filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se socorreu os atribulados, se praticou toda sorte de boas obras.”

A palavra de Deus é lâmpada para os nossos pés porque traz julgamento sobre o caráter de quem a utiliza, daqueles que fazem o Reino.

DEUS É LÂMPADA, Juiz

Salmo 84.11 – “Porquanto o Senhor Deus é sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam na retidão.”

Somente Deus pode julgar ao homem, Ele é Juiz.

Salmo 50.6 – “Os céus proclamam a justiça dele, pois Deus mesmo é Juiz.”

Salmo 75.7 – “Mas Deus é o que julga; a um abate, e a outro exalta.”

No livro de Genesis Deus disse: Haja luz… Sabemos que a partir daquele instante Ele estabeleceu o Sol no universo como um astro luminoso, uma lâmpada que fosse o sinal de sua Justiça sobre a terra.

O sol é a lâmpada do universo.

A Bíblia descreve também a respeito do SOL DA JUSTIÇA – Ml 4.2.

Leitura: Ap. 22.1-5 e Ap. 21.23 e 24

Da mesma forma como o Sol da Justiça, Ele mesmo nos iluminará tanto aqui como na nova Jerusalém.

Deus vai substituir todas as lâmpadas e se colocar como nosso Juiz.

“eu preciso de lâmpada sobre os meus pés”

b)      V. 105b – “…e luz para o meu caminho”

LUZ vem do latim PHOS, e deu origem à palavra Fósforo, ou, portador de luz e de calor.

Luz nos fala de CONHECIMENTO, Revelação de Deus, o Profético.

Leitura

Mateus 5.14-16

“Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte;

nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa.

Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.”

 

Somos portadores de luz, somos PHOSPHOROS para o mundo.

O oposto da luz são as trevas.

Treva, escuridão é o lugar onde não há revelação, não tem profecia. É onde não se houve a voz de Deus.

É o mesmo significado da palavra DESERTO.

Pessoas em meio às trevas não conseguem ouvir a voz de Deus. Quem tem ouvidos ouça.

É necessário estar atento à voz do Pai, despertar para manifestarmos as características do Filhos da Luz:

Efésios 5.8-14

“pois outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz

(pois o fruto da luz está em toda a bondade, e justiça e verdade),

provando o que é agradável ao Senhor;

e não vos associeis às obras infrutuosas das trevas, antes, porém, condenai-as;

porque as coisas feitas por eles em oculto, até o dizê-las é vergonhoso.

Mas todas estas coisas, sendo condenadas, se manifestam pela luz, pois tudo o que se manifesta é luz.

Pelo que diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminará.”

DEUS É LUZ – 1 Jo 1.5-7

João 8.12 – “Então Jesus tornou a falar-lhes, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue de modo algum andará em trevas, mas terá a luz da vida.”

Imagine uma estrada sem sinalização, sem faixas. Você não sabe para onde vai.

Qualquer sinal de direção vai te fazer seguir.

De repente há uma bifurcação onde você pode escolher continuar no caminho sem sinal ou o caminho com sinalização.

Isso é andar na luz. É diferente de ter uma lâmpada sobre os pés. É um caminho luminoso.

O caminho do Reino é um caminho de luz.

É como se uma lanterna, desta vez, estivesse focada no chão, indicando um caminho.

Teremos comunhão uns com os outros neste caminho porque somos servos uns dos outros, porque é um único caminho luminoso e andamos junto com nossos irmãos.

Conclusão

Trilhamos, por vezes, nossos próprios caminhos usando nossa própria Lâmpada [justiça própria] e nossa própria Luz [verdades humanas].

Hoje o Senhor nos convida à usar sua Palavra, seus princípios.

Precisamos andar na luz como Ele na luz está.

Graça e Paz Eklésia de Cristo,

 

Guilherme Tavares, Pr.

Levanta-te, pois este negócio é teu e nós seremos contigo, sê forte e age.

ESDRAS 10.4

Levanta-te, pois esta coisa é de tua incumbência, e nós seremos contigo; sê forte e age.

Levanta-te, pois este negócio é teu e nós seremos contigo, sê forte e age.

Este foi um período de Saída do Exílio, da prisão de onde eles estavam, de Reconstrução do Templo, de tomada de território.

Parece muito com o nosso tempo, o tempo que esta Eklésia passa.

Deus abençoou o povo, eles retornaram, mas antes precisaram se desprender das coisas do passado, onde acabaram por se misturar com o mundo.

Alguns sacerdotes casaram-se com mulheres Hetéias, e a palavra de Deus foi para se despedirem delas para que Ele pudesse abençoar.

De fato aconteceu, eles foram extremamente obedientes e, mesmo alguns tendo filhos, obedeceram ao Senhor.

Se o Senhor te pedisse algo hoje você faria? Mesmo que fosse contra a sua vontade?

Muitas vezes queremos que Deus nos fale somente o que queremos ouvir. Mas Ele sempre fala o que precisamos.

O seu envolvimento com os Heteus e outros povos, contra a vontade do Pai, não foi um desejo da carne ou espiritual, foi o reflexo de um envolvimento com o mundo.

Se temos um projeto de Deus e isso inclui a compra desse lugar, a realização dos nossos projetos culturais ou mesmo o programa de televisão ou qualquer outra tarefa do Reino, como fazemos, precisamos estar prontos a abrir mão de qualquer coisa para que Deus confie seus planos em nossas mãos.

Precisamos aprender a estar no MEIO e transformá-lo, seja socialmente ou espiritualmente, nunca ser transformado por ele.

Dizem: o homem é produto do meio.

Eu digo: O crente de verdade produz o meio, muda o ambiente, transforma a realidade porque tem Deus dentro de si.

No livro de João 3.16 diz: Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Na bíblia existem 3 palavras AION, OIKOUMENE e KOSMOS que são raízes para a palavra MUNDO. Quando MUNDO aparece nos textos bíblicos ele está ligado a um destes 3 originais.

Para entender que AMOR é este pelo MUNDO, que é diferente de amar as coisas do mundo, precisamos entender estas 3 palavras.

1. AION

Ef 6.12 e 13 – porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.

MT 13.22 – O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera.

 

AION quer dizer: Tempo perpétuo, para sempre, eternidade, eras ou mundos.

 

O mundo nos apresenta alegrias ou negócios que são apenas momentâneos, não perpétuos. Porém, o maior desejo do diabo é que nós acreditemos nestes presentes e achemos que são nossa solução.

Para cada benção ou promessa de Deus para nós, satanás apresenta uma verdade paralela, tentando confundir o homem. Muito cuidado com isso, pois é a maneira mais fácil de tornarmos uma benção em um transtorno demorado.

A fascinação por estas verdades paralelas tornam o líder INFRUTÍFERO. Se você quer desatar se apegue à palavra do seu líder, ele sempre tem uma benção para ministrar em sua vida. Pedro disse: Sob tua palavra lançarei minhas redes, e teve a maior colheita de sua história como pescador.

Sobre a palavra do seu líder, do seu pastor, reside a autorização de Deus.

Se arme com as armaduras de Deus (Ef 6) para vencer as ciladas do nosso inimigo.

2. OIKOUMENE

MT 24.14-24 – E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim. 15 Quando, pois, virdes o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel, no lugar santo (quem lê entenda), 16 então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes; 17 quem estiver sobre o eirado não desça a tirar de casa alguma coisa; 18 e quem estiver no campo não volte atrás para buscar a sua capa. 19 Ai das que estiverem grávidas e das que amamentarem naqueles dias! 20 Orai para que a vossa fuga não se dê no inverno, nem no sábado; 21 porque nesse tempo haverá grande tribulação, como desde o princípio do mundo até agora não tem havido e nem haverá jamais. 22 Não tivessem aqueles dias sido abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados. 23 Então, se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! Ou: Ei-lo ali! Não acrediteis; 24 porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos.

OIKOUMENE que dizer: Mudo (Terra) inabitado(a).

Falar de um mundo inabitado nos lembra sobre como estava a terra antes, sem Deus (Gn 1): Sem forma e vazia.

Um mundo, ou alguém sem forma e vazio nos remete a pensar em uma situação de desorganização, despropositada, desprovida de planos.

Quando Deus começa a construir tudo na terra Ele inicia um período onde TODAS AS COISA SÃO COLOCADAS EM CONCORDÂNCIA, tudo começa a ganhar um sentido real.

Pessoas sem idéias são pessoas inabitadas. Deus é o mentor da idéia. Teve uma idéia maravilhosa e fez você e eu.

Ele soprou no homem uma porção sua. Pessoas sem Deus, sem Cristo, estão inabitadas e sem propósito.  Você é a casa favorita de Deus. Ele disse para Davi: eu não moro em templos feitos por mãos de homens. Ele mora em você, quer fazer morada em sua vida.

Dê propósito à sua vida e receba Jesus como Salvador esta noite.

No texto que acabamos de ler, observamos a previsão de tempos onde surgirão FALSOS PROFETAS. Eles são profetas que profetizam sem função, sem propósito.

No final do V.23 Jesus diz: Não acrediteis neles!

Jesus não acredita em pessoas desorganizadas, que vivem nesta Terra e não tem um propósito.

Deus vai dar propósito para sua vida, se você permitir.

3. KOSMOS

1 João 2.15 – Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele;

João 3.16 – Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

KOSMOS quer dizer: Governo, Ornamento, o Mundo, a Terra, Famílias ou ciclo completo da terra.

Deus disse para não amarmos o mundo nem as coisas do mundo, mas antes está escrito: Deus amou o mundo…

Isso quer dizer que não temos capacidade para amar o mundo, somente Deus.

Nós não temos nada a oferecer ao mundo, somente anunciamos Jesus.

O único que tem algo a oferecer ao mundo é Deus; e Ele deu Jesus por mim e por você.

Não amamos alguém para ser felizes, mas para fazer o próximo feliz. Se você casa não deve ser pelo que seu parceiro tem a oferecer, mas pelo que você reconhece ter para dar.

Antigamente, os noivos precisavam pagar pelo DOTI de suas futuras esposas. Quem ama, paga o preço. Dá o que tem.

Jesus é nosso porque foi dado por Deus.

A bíblia diz que Ele nos amou primeiro, por isso amamos. (1 Jo 4.19)

Precisamos dar ao mundo o que Deus nos deu.

Pensando em Esdras 10.4 … eu imagino um homem com um propósito tremendo e muito trabalho a fazer.

Tinha um trabalho muito NOBRE  a ser executado.

Às vezes damos início à TAREFAS NOBRES, GRANDES e não acreditamos.

“Eu estou fazendo isso?”

Nos deparamos  com situações onde precisamos reavaliar o nosso trabalho.

Isso não é perda de tempo, é uma herança que recebemos de Deus. Lembre-se de que tudo que Ele construíra, em Genesis, logo após, Ele mesmo parava para ver e a bíblia diz: e viu Deus que tudo que havia feito era bom. (Gn 1.10, 12, 18, 21, 25…)

Temos muito a aprender com o Pai.

Se observássemos mais os frutos de nossas mãos o trabalho seria mais excelente ainda.

Às vezes me pego pensando em tudo que fazemos aqui: Programa de TV, a compra deste lugar, o projetos da SAEM… Esdras deve ter feito o mesmo.

Diga: Sou eu mesmo que Deus vai usar!

Deus vai te usar!

O preço a ser pago pelos irresponsáveis com o reino deve ser muito alto. Mas é um preço que não seremos cobrados porque até aqui temos feito tudo o que Deus nos mandou fazer.

Nós vamos ter uma eternidade pela frente. Aqui é lugar de trabalho e não de descanso.

Todo trabalho nos exige. Tudo que fazemos na Terra deve ser feito com ZÊLO e PERSEVERANÇA.

Ao crente Deus diz: O Reino é tomado com esforço/violência/garra/perseverança. (MT 11.12).

Ap. Paulo escreveu: Buscai com ZELO os melhores dons. (1Co 12.31).

Quão honroso e digno é o seu trabalho?

Temos feito com Zêlo?

Deus nos chamou para fazer grandes coisas; COISAS QUE SÓ VOCÊ FARIA NO SEU LUGAR, nenhuma outra pessoa.

Deus te deu. É SEU. FAÇA! Levanta-te, pois esta coisa é de tua incumbência, e nós seremos contigo; sê forte e age.

Guilherme Tavares, pr

EKLÉSIA Ministério Internacional

www.ministerioeklesia.com

OS HÁBITOS CONQUISTAM MAIS DO QUE OS SONHOS

EC. 5:1* ¶ Guarda o pé, quando entrares na Casa de Deus; chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal.

2* Não te precipites com a tua boca, nem o teu coração se apresse a pronunciar palavra alguma diante de Deus; porque Deus está nos céus, e tu, na terra; portanto, sejam poucas as tuas palavras.

3* Porque dos muitos trabalhos vêm os sonhos, e do muito falar, palavras néscias.

4* Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos. Cumpre o voto que fazes.

5* Melhor é que não votes do que votes e não cumpras.

6* Não consintas que a tua boca te faça culpado, nem digas diante do mensageiro de Deus que foi inadvertência; por que razão se iraria Deus por causa da tua palavra, a ponto de destruir as obras das tuas mãos?

7* Porque, como na multidão dos sonhos há vaidade, assim também, nas muitas palavras; tu, porém, teme a Deus.

Quanto mais nós trabalhamos, mais sonhamos. V.3.

É algo natural. Por isso podemos afirmar que, quem não sonha é porque não faz nada, não trabalha, não tem ocupação alguma.

O projeto de Deus para cada homem sobre a terra é que cresça e se multiplique, desenvolva. Precisamos crescer.

LC 2.52 – Jesus crescia em Sabedoria, Estatura e Graça, diante de Deus e dos homens.

SABEDORIA: Conhecimento, estudo.

ESTATURA: Estrutura, Planejamento, Sonhos concretizados.

GRAÇA: Reconhecimento. É de graça, mas tem um preço. Este preço tem a ver com os níveis de resposta que você dá diante de determinadas situações.

Ex. Deus decidiu te salvar. Isto é graça, ninguém merece. Mas o preço é o arrependimento do pecado e a confissão que Jesus é nosso Salvador.

Portanto isso é importante e deve ser natural: O crescimento, desenvolvimento de sonhos e mais trabalho.

O trabalho é a única forma existente para frutificar. Frutificar é expor o fruto. Mostrar a todos. Se eu frutifico no ministério, meu conceito cresce diante de Deus; da mesma forma diante dos homens.

Porém é importante lembrar que, antes do sonho, vem o trabalho, conforme lemos no texto de Eclesiástes.

Sem trabalho, os sonhos não passam de meras palavras.

De nada adiantaria meu trabalho e esforço, sem que eu crie hábitos condizentes com aquilo que eu sonho.

Aquilo que eu desejo ser, e sonho conquistar, deve encontrar terreno propício em minha vida. Do contrário, assim como uma planta sem adubo, murchará.

Meus hábitos devem apontar para minha conquista.

O que eu faço está apontando para onde?

Se eu desejo ser um bom discipulador eu preciso ter bom relacionamento com todos. Discipular é relacionar-se.

Se eu não consigo manter aliança com as pessoas que eu vejo, como posso dizer que eu tenho com Deus? [1Jo 4:20* Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.]

Pessoas sem êxito sob a cobertura de outras jamais conseguirão guiar outras.

Se você não consegue se submeter a cobertura de um líder de célula, não espere ser líder. O orgulhoso nunca o será.

Eu pensava que o orgulho precedia a queda. Pessoas orgulhosas já caíram.

O que você quer estar fazendo daqui a 5 anos? O que você está mudando para isso? O que eu faço com as horas que sobram?

Precisamos investir tempo, principalmente aquele que sobra, naquilo que sonhamos ser ou ter.

O que cresce não é a igreja, é o líder. Se vc não buscar o seu crescimento nada cresce.

Deus pode até usá-lo hoje? Mas será que Ele vai querer te usar daqui a 3 anos?

Você está estudando pra isso? O mundo, a tecnologia, tudo tem desenvolvido muito rápido e você nem sequer tem e-mail?

Ah. Eu tenho… Mas não lê!

Eu preciso facilitar o caminho para que Deus me use.

Muitos querem que a visão faça o trabalho que eles não querem fazer.

A visão celular é tremenda. Resgatou muitas coisas que a igreja havia perdido, mas ela é feita por pessoas.

E eu preciso trabalhar para que ela funcione.

Quer crescer? Então precisa fazer coisas mais além do que tem feito.

Você tem o que você tem, você faz o que você faz. Se eu quero ir mais além, eu preciso fazer mais.

Todas as pessoas tem um chamado dentro de outro.

Uma missão a ser executada dentro do chamado sacerdotal. São os talentos naturais. Profeta, professor, empresário, etc. [além de líder de êxito na Casa de Deus.]

A sua conquista depende de duas coisas muito importantes:

01 – Seu sonho, sua visão;

02 – Quanto você está disposto a pagar por sua conquista.

1 – preciso definir onde quero chegar:

-Como será a Eklésia? Que vamos alcançar como igreja?

Não teremos congregações, somente uma igreja. Mega-igreja; Pastores locais; Abençoar ministerrios em todo o Brasil através de nossa Igreja.

Verdadeiros líderes andam por fé. Até que sua fé se confirme e se concretize.

Os seus hábitos precisam ser transformados durante e depois de um culto a Deus.

Do contrário, você não se encontrou com Deus no culto, ou não veio fazer isso.

Seu orgulho, prepotencia, maus-costumes, falta de educação, ignorância, brincadeira excessiva, irresponsabilidade, carnalidade. Todas essas coisas precisam ser transformadas depois de um culto.

Ou então estamos correndo o risco de apenas sonhar e não ter hábitos, frutos dignos, de arrependimento. Isto é, hábitos que condizem com a minha conquista.

Isso é um preço alto a ser pago por aqueles que comprarm um sonho de Deus.

ESCREVA O SONHO

Habacuque 2.2* O SENHOR me respondeu e disse: Escreve a visão, grava-a sobre tábuas, para que a possa ler até quem passa correndo.

O sonho precisa estar escrito.

Apenas 3% da população mundial escreve seu sonho e fazem planos; não diferentemente, apenas 3% da população mundial conquista os seus sonhos e projetos.

Ou seja, todo aquele que escreve, conquista!

Escrever seus projetos e sonhos deve ser um hábito.

Quem anda comigo sabe que tudo o que desejamos adquirir para esta casa, ou mesmo sonhos pessoais, primeiro eu procuro uma imagem daquele sonho, pesquiso preços e faço um dossiê.

Só depois então eu faço os planos de como vamos comprar.

Isso é escrever a visão. Dar prazo, pôr em pauta, planejar a conquista.

Eu sempro trago em reuniões, durante o ano todo, várias estratégias de crescimento, numeros, dicas. Você precisa adotar isso pra sua vida.

Viver vai se tonar monótono sem conquistas.

Você precisa arriscar

Quanto mais alto você arrisca, mais alta será a sua conquista.

Estou falando de planejar e se desafiar. Conquistar mais além.

Os desafios alargam nossa fé.

Eu tenho noção para onde Deus está nos levando.

Eu sei o que eu quero.

Cada 12 deve saber para onde estamos indo e onde queremos chegar. Sem o problema de ter alguém querendo sair ou não.

Pessoas improdutivas tem dificuldade de relacionamento. Se isolam, mas não devem sair da igreja. Existem ovelhas e bodes. Provérbios 27.26 então, os cordeiros te darão as vestes, os bodes, o preço do campo.”

Pessoas com problemas de discipulado e relacionameno precisam de cura.

Há pessoas que decidem caminhar com Deus de uma maneira diferente.

Existem pessoas que caminham com Deus de forma extravagante. Se comprometem inteiro com o Reino.

Qual o seu plano com Deus?

Eu quero te desafiar

Te desafio a planejar a sua conquista.

 

Se você não é empresário, deseje ser.

Se você é funcionário, busque ser o gerente.

Tem uma quitanda, tenha um mercado.

Faça crescer. Potencialize o talento que foi confiado em suas mãos.

A idéia é a maior fortuna que o homem pode ter.

Os sonhoS dão projetos para que as idéias se realizem.

O trabalho é a forma pela qual você vai realizar os projetos.